Tendências

Com a aquisição da VIRES, MSC Software aumenta foco em veículos autônomos

Empresa especializada em simulação virtual de produtos está investindo no mercado nacional apoiando a criação de protótipos brasileiros

Enquanto nas ruas brasileiras – e do mundo – a ideia de um carro rodando sem motorista continua sendo um desejo, para os engenheiros da indústria automotiva é prioridade. Com o objetivo de facilitar o desenvolvimento de tecnologias ligadas a veículos autônomos e ampliar seu portfólio, a MSC Software adquiriu a empresa alemã VIRES, especializada em simulação de automação para veículos.

Simulações virtuais geram economia e redução do desperdício material ao complementarem ou mesmo substituírem um protótipo físico

Com o Virtual Test Drive, software desenvolvido pela VIRES, é possível simular tráfego, temperatura e outras inúmeras variáveis do trânsito para avaliar como um carro autônomo reagiria a essas situações. “Somado a outras soluções de análises mecânicas que a MSC oferece, nós conseguimos a simulação mais completa possível para o desenvolvimento de tecnologias para veículos autônomos”, diz Valdeni Novaes, diretor regional para a América Latina da MSC.

Para Novaes, ao trazer a solução para o Brasil, a empresa atende uma demanda das montadoras que precisam adaptar automóveis para o Brasil, assim como desenvolver novos protótipos locais. “Nosso país tem características muito particulares de trânsito, então é essencial disponibilizar essa tecnologia de simulação para as equipes brasileiras de desenvolvimento e testes de veículos”, explica ele, que ressalta a possibilidade de uso do VIRES também pelas indústrias ferroviária e aeroespacial.

Além da ferramenta ser essencial para alcançar o sonho de um carro completamente autônomo, o Virtual Test Drive promove práticas sustentáveis na indústria automotiva. Por um lado, simulações virtuais geram economia e redução do desperdício material ao complementarem ou mesmo substituírem um protótipo físico. Por outro, o mesmo processo permite atingir produtos mais eficientes do ponto de vista energético.

“Como resultado, caminhamos na direção de atender todas as demandas de um programa como o Rota 2030, que estabelece as diretrizes que devem ser seguidas pela indústria automotiva brasileira no futuro”, afirma o diretor da MSC.

Com o objetivo de apresentar o seu portfólio de softwares de simulação, assim como demonstrar cases práticos de usos dessa tecnologia, a MSC Software tem organizado uma série de eventos voltados para a indústria ao redor do país. Ainda em 2017, ocorrerão mais três encontros – um deles no Sul do país e outros dois no interior de São Paulo.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.