book_icon

IoT e serviços estão no centro da estratégia da Logicalis

Integradora expande ecossistema de parceria para aumentar portfólio e estar preparada para novas ofertas
IoT e serviços estão no centro da estratégia da Logicalis
avatares que compõem a internet das coisas

Em vias de tornar a operação independente, deixando inclusive de usar o nome Promon, a Logicalis procura diversificar a sua atuação. A integradora, que observou um crescimento de 37% na área de serviços no ano fiscal 2017 findado em março, quer focar a oferta de soluções end-to-end. “É uma mudança de mindset. Passamos a deixar de ser movedores de caixa para entrega de serviços. Isso traz protagonismo para a Logicalis”, pontua Renata Randi, diretora de marketing e alianças da Logicalis.

Plataforma EUGENIO, criada para acelerar o desenvolvimento de projetos IoT, resolvendo questões relativas a coleta, armazenamento, análise e ação sobre os dados gerados por smart devices

Com a mudança no modelo CAPEX para OPEX, Renata conta que a empresa cresceu na base de parceiros, agregando mais oferta ao seu portfólio. “Procuramos soluções de nicho, para mercados menores e verticalizados”, afirma a executiva. Entre os novos parceiros da integradora estão Microsoft e Qualcomm, que se juntam a HPE, Cisco IBM, CA, NetApp, VmWare e ServiceNow.

Segundo ela, a oferta de serviços no ano fiscal de 2017 foi de US$ 100 milhões, o que representa 40% das vendas total e 60% da lucratividade da empresa. Além do braço de integração, a Logicalis tem como pilares estratégicos a oferta de serviços, o desenvolvimento de software e soluções para IoT.

Para entender a maturidade de adoção no Brasil e o potencial de crescimento nos próximos anos, a Logicalis realizou uma pesquisa com executivos de 160 empresas de diferentes segmentos. Batizado de IoT Snapshot, o levantamento apontou que a IoT é considerada como uma evolução das tecnologias de automação industrial e tem como benefícios mais relevantes a adoção são produtividade (81%), eficiência operacional (81%) e redução de custos (79%).

A pesquisa também apostou que as empresas investem em IoT para ter, entre outras coisas, suporte à tomada de decisão (75%) e inovação (70%). Nesse contexto, a Logicalis lançou a plataforma EUGENIO, criada para acelerar o desenvolvimento de projetos IoT, resolvendo questões relativas a coleta, armazenamento, análise e ação sobre os dados gerados por smart devices. Desenvolvida com base em padrões abertos e hospedada em nuvem privada, a plataforma é capaz de tornar IoT mais acessível para empresas de diferentes tamanhos e setores.

Após inúmeros projetos realizados nos últimos três anos, a empresa passou a desenvolver soluções completas de IoT, que podem incluir o desenvolvimento de hardware, como sensores e gateways. O objetivo é atender de forma mais completa os clientes que desejam realizar projetos envolvendo internet das coisas.

“Apesar de haver uma variedade enorme de produtos no mercado, identificamos lacunas que não são atendidas pelos sensores e gateways existentes. Ao criarmos nossas próprias soluções em hardware, temos mais uma opção para solucionar o problema dos nossos clientes com agilidade”, afirma Fábio Jardim, gerente responsável pela iniciativa.

A estratégia da Logicalis, segundo pontua Renata, é realizar muita prova de conceito para testar a eficácia das soluções. “Estamos a ponto de saber como se dará a dinâmica desse novo mercado. Um POC nos mostra o resultado na prática”, afirma. De acordo com a executiva, a iniciativa tem gerado oportunidade em diferentes verticais, como agribusiness, e para cidade inteligente. Um deles, o de bueiros inteligentes, instalado em São Paulo, permitiu redução nos alagamentos na cidade.

Embora tenha voltado esforços no setor de IoT, a Logicalis tem como carro chefe a oferta de infraestrutura de TI, principalmente para os segmentos bancário e telecom. Nesse sentido, Renata conta que a Logicalis procura agora empresas grandes, mas com departamentos de TI menores. “Essas empresas estão frente ao movimento de transformação digital. O CIO agora é um executivo de negócios e a nossa missão é ser seu braço direito, apoiar essa jornada”, diz.

Cloud Integrator

A diversificação de portfólio somada à aposta em novas tecnologias fez com que a Logicalis adquirisse 51% da participação acionária da NubeliU, empresa especializada em projetos de computação em nuvem baseados em OpenStack. O negócio faz parte da estratégia da Logicalis de se posicionar como cloud integrator e fortalece seu compromisso com a oferta de softwares livres, em particular com OpenStack, tecnologia fundamental para o desenvolvimento de grandes projetos nas áreas de SDx (software defined anything) e computação em nuvem. “Acreditamos no OpenStack. Tem muita gente brigando pelo protocolo. Nós temos equipe treinada para trabalhar com ele”, destaca Renata, ressaltando que a empresa já possui projetos em andamento.

IoT

Logicalis

OpenStack

POC

Serviços

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento