book_icon

McAfee: Canal é chave para a migração das empresas para a segurança digital

Em entrevista para a Infor Channel, o chefe de Vendas e Operações de Canais das Américas, Ken McCray, fala sobre a nova fase da McAfee
McAfee: Canal é chave para a migração das empresas para a segurança digital

Depois de passar alguns anos sob a marca Intel Security, a McAfee volta a operar de maneira independente no mercado novamente. A Intel, que havia comprado a companhia em 2010 e a transformado em Intel Security em 2014, decidiu ficar com 49% da operação e vender o restante ao grupo de investimento TGP. A partir deste ano, fase nova para a McAfee.

Em entrevista para a Infor Channel, o chefe de Vendas e Operações de Canais das Américas, Ken McCray conta que não haverá mudanças impactantes para o canal de distribuição da companhia e destaca que segurança cibernética está passando por uma mudança importante, trazendo grandes oportunidades na área de segurança da informação para os parceiros. “Os canais são essenciais para o processo de migração dos nossos clientes para a nova plataforma”. Segundo o executivo, a América Latina é muito importante para a McAfee e, embora o Brasil esteja passando por um momento difícil, representa uma região de importante atuação para a companhia. Leia abaixo a entrevista completa:

Qual é o maior desafio da empresa no momento, após ter sido vendida pela Intel no ano passado?

A segurança cibernética está passando por uma mudança importante e está amadurecendo. Nosso objetivo é ajudar a definir seu futuro de uma forma notável. Não descansaremos enquanto não atingirmos essa meta.

No momento da venda, a empresa declarou que seu foco seria a segurança digital. Haverá alguma mudança nas operações de canal?

Não haverá mudanças em nossa estratégia de canais atual em virtude da alteração de marca. Mantemos nosso compromisso em ser a melhor fornecedora de segurança para nossos parceiros e clientes. Nossos canais sempre foram e sempre serão importantes em nossa estratégia. Hoje, os canais são essenciais para o processo de migração dos nossos clientes para a nova plataforma. O compromisso da McAfee com os parceiros é oferecer-lhes mais oportunidades de trabalhar com nossas equipes de vendas locais, assim que convencermos os clientes de que a migração é a melhor abordagem para gerenciar sua estratégia de segurança.

Como a empresa pretende consolidar a rede de parceiros?

Todos os anos avaliamos nossos parceiros e distribuidores para identificar os parceiros mais dedicados, com base no nosso relacionamento mútuo e na compatibilidade de nossas estratégias de mercado. Nossa abordagem não se baseia em uma perspectiva de consolidação, mas sim de negócios. Nosso foco são os parceiros que compartilham nossos objetivos comerciais e que almejam garantir a segurança de nossos clientes.

A McAfee pretende manter a proximidade com os parceiros através de iniciativas como eventos especializados para os parceiros de canal. Vários contatos e eventos são realizados ao longo do ano para manter seu alinhamento com a estratégia. Em julho, haverá um evento de treinamento técnico com a participação de mais de 120 parceiros de canal das Américas. Em outubro, realizaremos a Conferência de Parceiros da McAfee anual em Las Vegas com mais de 300 parceiros de canal das Américas. Nosso forte compromisso com os parceiros continuará e não há necessidade de consolidar parceiros. Sempre avaliaremos nossos relacionamentos para assegurar que estejamos trabalhando com parceiros que compartilham nossos objetivos e que pretendem manter a segurança dos ambientes dos nossos clientes.

A empresa tem mudanças planejadas para este ano?

Não há nenhuma mudança programada no momento. No entanto, pretendemos avaliar nosso programa de canal periodicamente para fazer mudanças com base no feedback que recebermos dos parceiros. O objetivo é sempre simplificar o programa e oferecer cada vez mais benefícios. Ficará a nosso critério fazer mudanças conforme necessário para aumentar os benefícios e ampliar a participação de nossos parceiros.

Qual é a importância da América Latina, principalmente do Brasil, na estratégia da empresa?

A América Latina é muito importante para a McAfee. Nossa estratégia é aumentar a participação de mercado, bem como enfatizar nosso compromisso com parceiros e distribuidores. Sabemos que o Brasil está em um momento delicado por conta de problemas políticos e econômicos. Mesmo assim, acreditamos que existam muitas oportunidades no País para a área de segurança da informação.

Esse não é o momento de concentrar-se nos problemas, mas sim de buscar oportunidades, conscientizar nossos parceiros e distribuidores sobre a estratégia de promover a segurança e ajudar os clientes a superar os desafios de segurança cibernética.

Há novidades ou anúncios planejados para os próximos meses na área de canais?

Fiquem atentos, pois haverá anúncios interessantes sobre liderança em inovação, colaborações no setor e novas melhorias de produtos nos próximos meses.

 

Prioridades estratégicas para 2017

*Entender cada vez mais as prioridades e necessidades dos nossos clientes

*Conscientizar sobre vulnerabilidades e emergências, como os ataques do WannaCry

*Conscientizar sobre as ameaças de ransomware

*Conscientizar, treinar e ter uma das melhores abordagens de segurança cibernética para a nuvem

*Priorizar a região; alinhar nossa abordagem de go-to-market à realidade do País

*Aumentar a cobertura para contas prioritárias e a participação de mercado através de parceiros no Brasil

*Maximizar a capacidade técnica; expandir os serviços através dos distribuidores

*Ampliar os serviços de suporte para provedores de serviços gerenciados e telecomunicações – Sempre priorizar o desenvolvimento e o reconhecimento de pessoas

Canal de distribuição

McAfee

segurança digital

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.