book_icon

Machine learning chega ao Tour de France

Percepções mais profundas da corrida serão possíveis para fãs do ciclismo ao redor do mundo
Machine learning chega ao Tour de France

A Amaury Sport Organisation (A.S.O.), organizadora do Tour de France, e a Dimension Data, parceira oficial de tecnologia do Tour de France, irão utilizar tecnologias de machine learning (aprendizagem automática) na corrida deste ano para dar aos fãs do ciclismo ao redor do mundo uma experiência sem precedentes do evento anual. O Tour de France começa em Düsseldorf em 1 de julho e termina no Champs-Élysées, em Paris, em 23 de julho.

No centro da solução de monitoramento ao vivo e análise de dados estão os transponders de GPS instalados sob os selins de cada bicicleta, que combinados com dados externos ao longo do percurso e condições meteorológicas geram informações

Neste ano, a plataforma de análise de dados da Dimension Data, desenvolvida em parceria com a A.S.O., incorpora machine learning e algoritmos complexos que combinam dados históricos e ao vivo da corrida para proporcionar insights ainda mais profundos à medida que a corrida acontece. Os fãs também irão se beneficiar dos perfis dos ciclistas para entender mais sobre os ambientes e as circunstâncias nos quais os ciclistas têm um desempenho melhor.

Como parte de um novo teste piloto neste ano, a A.S.O. e a Dimension Data estão explorando a função de tecnologias de análise preditiva para avaliar a probabilidade de vários cenários de corrida, como por exemplo, se o pelotão irá alcançar ciclistas isolados em certas etapas da corrida.

A solução do Tour de France utiliza um data center virtualizado totalmente baseado na nuvem, que proporciona escalabilidade, e significa que menos pessoas são necessárias em campo para possibilitar a solução. A nuvem também fornece flexibilidade geográfica, pois pode ser gerenciada a partir de qualquer lugar no mundo. Neste ano, as equipes técnicas da Dimension Data trabalham em conjunto em quatro continentes, através de centros de cooperação móveis hiperconectados, equipados com as mais recentes tecnologias de estação de trabalho digitais e virtuais.

Segundo Scott Gibson, diretor executivo de prática digital do grupo Dimension Data, à medida que mais tecnologia é introduzida no esporte, a experiência visual vai se transformando e sua popularidade aumenta. “É especialmente empolgante para nós é como estamos ajudando a A.S.O. a atrair uma nova geração de fãs experientes no digital, e como tecnologias avançadas, como machine learning, estão abrindo novas possibilidades para proporcionar insights que os fãs atuais demandam”.

No centro da solução de monitoramento ao vivo e análise de dados estão os transponders de GPS instalados sob os selins de cada bicicleta. Os dados coletados destes transponders são combinados com dados externos ao longo do percurso e condições meteorológicas para gerar informações como: a velocidade ao vivo e local de cada ciclista, distância entre cada atleta, bem como a composição de grupos dentro da corrida. Neste ano, a solução irá criar e analisar mais de 3 bilhões de pontos de dados durante as 21 etapas do Tour, um aumento significativo em relação aos 128 milhões de pontos de dados do ano passado.

Para Christian Prudhomme, diretor da A.S.O. para o Tour de France, a tecnologia nos permite transformar totalmente as experiências da corrida. “Hoje nossos seguidores querem estar imersos no evento. Eles estão mais envolvidos digitalmente nas redes sociais do que antes, desejam uma experiência de segunda tela atraente e em tempo real durante o Tour”.

Destaques

– Os 198 ciclistas em 22 equipes irão gerar mais de 150 milhões de leituras de dados geoespaciais e ambientais ao longo dos 3.540 km de percurso.

– O site de monitoramento ao vivo do Tour de France, racecenter.letour.fr, que suportou uma média de 2 mil solicitações de páginas por segundo em 2016, foi melhorado para suportar 25 mil solicitações de páginas por segundo neste ano.

– Em 2016, foram 6.100 horas de transmissões de TV em 190 países através de 100 canais em todo o mundo. Graças à A.S.O., o número de horas de transmissão televisiva irá aumentar de 80 em 2016 para 105 neste ano, e a corrida será transmitida a partir do primeiro quilômetro de cada etapa.

– A segurança cibernética tem uma prioridade máxima no Tour de France. Durante a corrida de 2016, o sistema de segurança baseado em nuvem da Dimension Data sinalizou 1.409.769 tentativas de acessos suspeitas que foram bloqueadas.

Dimension Data

Inovação

Machine Learning

Tour De France

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

ENCARTE - ESPECIAL DISTRIBUIÇÃO

Prêmio Excelência em Distribuição, e listagem de distribuidores de TIC

Leia nessa edição sobre carreira

ANÁLISES

Evoluções digitais

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

TECNOLOGIA

Arquitetura descentralizada

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

QUALIFICAÇÃO

Na jornada do conhecimento

Junho| 2021 | #47 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento