book_icon

Saiba como se proteger de ciberataques

Especialista dá dicas para evitar que os crimes virtuais afetem computadores e sistemas corporativos
Saiba como se proteger de ciberataques

Nos últimos meses, empresas de tecnologia da informação detectaram milhares de ataques de piratas da internet em todo o mundo, gerando efeitos assustadores em mais de 100 países. Na Inglaterra, por exemplo, os piratas atingiram o sistema público de saúde, sequestrando arquivos virtuais, e exigindo pagamento para desbloquear o conteúdo. No Brasil, ataques em larga escala geraram a interrupção do atendimento do INSS e afetaram empresas e órgãos públicos de pelo menos 14 estados.

“Se o propósito do backup não é restabelecer rapidamente seu core, você não tem backup, tem uma cópia de segurança”, Raul Cesar

“Há pelo menos 40 mil endereços IPs lançando ataques de força bruta diariamente contra portas Telnet, e a maioria destes IPs pertencem a dispositivos IoT (Internet of Things / Internet das Coisas) e embarcados, como roteadores, câmeras de CCTV, DVRs e outros dispositivos que estão equipados com vários tipos de servidores web. Isso faz com que os ciberataques aconteçam com muita facilidade”, comenta Raul Cesar, especialista em cibersegurança do Winov.

Curiosamente, o Brasil é um dos principais endereços de grande parte desses IPs ao lado de países como China, Vietnã, Turquia, Taiwan, Índia, Coréia do Sul, EUA e Filipinas. De acordo com o especialista, os criminosos virtuais utilizam várias ferramentas para espalhar seus ataques, entre elas USB Stick contaminado; páginas Zombies; e-mail marketing maligno; celulares que infectam redes via carregador; documentos de uso diário, como PDF e Word; e links falsos em mídias sociais.

De acordo com ele, as pessoas não devem se iludir com cópias de segurança, que comumente empresas chamam de “backup”, cópias para storages internas, ou discos USB, e até fitas LTO. “Isso não é backup. De que adianta o dado estagnado e vulnerável no mesmo ambiente de produção senão para ser arquivado ou perdido?! Se o propósito do backup não é restabelecer rapidamente seu core, você não tem backup, tem uma cópia de segurança”, comenta.

Segundo o profissional, um eficiente backup é aquele que não garante só a integridade do dado, mas a continuidade do modelo de negócio. “Um bom backup não pode depender de fatores físicos como espetar uma USB, ou comprar um servidor, ou achar uma fita LTO, uma solução que quando acionada consiga saber o que voltar e para onde restaurar de forma ágil, mas principalmente, simples”, detalha.

Confira algumas dicas especiais para garantir a segurança dos seus computadores:

– As suas senhas devem ser compostas por número, caracteres especiais e letras maiúsculas e minúsculas. Além de uma política de alteração a cada período de tempo;

– Tenha um antivírus atualizado diariamente e evite usar softwares gratuitos;

– Certifique-se que a sua empresa tenha um equipamento de firewall de segurança, minimizando ataques externos;

– Tenha backup dos seus dados em nuvem, em uma empresa corporativa e especialista;

– Para dados de servidores, tenha um backup em nuvem com software de backup corporativo;

– Tenha muito cuidado com os e-mails recebidos. Sempre suspeite de arquivos e links estranhos. Jamais abra e-mails desconhecidos;

– Controle os usuários que poderão acessar as redes corporativas.

Ciberataque

redes corporativas

segurança

Winov

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento