book_icon

Preço competitivo impulsiona chinesas em mercado de smartphones

Segundo o Gartner, vendas mundiais de smartphones cresceram 9% no primeiro trimestre de 2017; chinesas lideram vendas
Preço competitivo impulsiona chinesas em mercado de smartphones

Consumidores de celulares estão gastando mais para terem aparelhos melhores, resultando no aumento da média de preço dos tipos de telefone. A mudança na preferência dos consumidores está afetando positivamente fabricantes chineses como a Huawei, Oppo e Vivo em suas estratégias de criar recursos atrativos por preços acessíveis. No primeiro trimestre de 2017, a participação de mercado combinada das três empresas representou 24% do total, um aumento de 7% ano a ano.

A Huawei está próxima da Apple na venda de smartphones, totalizando 34 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2017

Segundo o Gartner, as vendas globais de smartphones para usuários finais totalizaram 380 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2017, um crescimento de 9,1% em comparação com o ano anterior.

As três marcas chinesas líderes continuam a apresentar aumento de participação de mercado, aponta o instituto. “As três principais fabricantes chinesas de smartphones estão liderando as vendas com seus preços competitivos e smartphones de alta qualidade equipados com recursos inovadores. Além disso, promoções e um marketing agressivo ajudaram essas marcas a ampliarem sua participação de mercado em países como a Índia, Indonésia e Tailândia”, explica Anshul Gupta, Diretor de Pesquisas do Gartner.

As vendas de smartphones da Samsung caíram 3,1% no primeiro trimestre de 2017. “Apesar de a Samsung anunciar que a pré-venda do Galaxy S8 e S8 Plus aumentou 30% ano a ano, a falta de uma alternativa para o Note 7 e a competição acirrada no segmento de smartphones básicos estão fazendo com que a Samsung perca continuamente sua participação de mercado”, explica Gupta.

“As vendas de iPhones ficaram estáveis, o que levou a uma diminuição no market share ano a ano.” Assim como a Samsung, a Apple está cada vez mais enfrentando uma forte competição de marcas chinesas como Oppo e Vivo, entre outras, e seu desempenho na China está sob ataque.

A Huawei está próxima da Apple na venda de smartphones, totalizando 34 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2017. Apesar de seus aparelhos P9 e P9 Plus já estarem disponíveis há mais de um ano, ambos continuam vendendo bem, o que posiciona a Huawei como marca dominante no mercado de consumo. “A Huawei tem mantido sua terceira colocação no ranking global de vendedores de smartphones, no entanto, já começa a sentir pressão, uma vez que seus pares na China estão cada vez mais perto”, diz o Analista.

A Oppo continua se aproximando da Huawei. Com um crescimento global de 94,6% nas vendas de smartphones durante o primeiro trimestre de 2017, a Oppo apresentou o melhor desempenho do trimestre e manteve a primeira posição na China. “A Oppo continuou expandindo suas vendas em redes tradicionais de varejo, ultrapassando empresas estabelecidas como a Samsung e a Huawei. A estratégia da Oppo – focada em câmera, recarga rápida de bateria e varejo off-line – tem ajudado a aumentar as vendas da companhia no mercado internacional”, afirma Gupta.

Enquanto isso, a Vivo vendeu quase 26 milhões de smartphones e alcançou uma participação de mercado de 6,8%, o que ajudou a empresa a atingir um crescimento de 84,6% no primeiro trimestre de 2017. “A Vivo enxergou a demanda crescente por seus smartphones em mercados emergentes da Ásia/Pacífico, incluindo a Índia, onde as vendas aumentaram mais de 220% graças à evolução do apelo da marca e aos smartphones de alta qualidade”, completa o Analista.

No mercado de Sistemas Operacionais (OS) de smartphones, está clara a batalha entre Android e iOS. Com outros OS lutando por espaço, o Android aumentou sua participação de mercado em 2%. A crescente aceitação das marcas chinesas em mercados globais, guiada por smartphones de alta qualidade, está conduzindo o domínio do sistema operacional Android. Além disso, com o anúncio do Android Go pelo Google, que tem como alvo o mercado de smartphone básico, o OS deve continuar a crescer.

Apple

Huawei

Oppo

Samsung

Smartphones

Vivo

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.