Mercado

Networking e cloud impulsionam negócios da Citrix no Brasil

Segundo diretor de canais, empresa intensificou o calendário de especialização de seus parceiros e anunciou o fortalecimento da parceria com a Microsoft

Deposit

O mercado de virtualização de redes está em plena expansão. Embora tenha apresentado índices estáveis de adoção no setor corporativo de grande porte, o SMB – impulsionado pelo crescimento da mobilidade corporativa – é visto como o mar de novas oportunidades de vendas. A Citrix, multinacional especializada em tecnologia de virtualização, gestão de mobilidade, redes e serviços em nuvem, sabe do potencial desse mercado e, por conta dos bons resultados na área, aposta no canal para aumentar suas vendas.

Para aproveitar o boom da mobilidade corporativa do mercado SMB, a Citrix definiu como diretriz o Cloud Computing e a intensificação da oferta de networking. O anúncio foi feito em recente evento mundial com os canais, realizado em Los Angeles, EUA. “Estamos em uma transição muito grande de colocar todas as soluções da Citrix em Cloud, ou seja, o cliente vai poder consumi-las no modelo de serviço em nuvem levando em conta os quatro pilares de negócios, que são virtualização, nuvem, networking e mobilidade”, afirma diretor de canais da Citrix, Willian Pimentel. “A grande atenção para esse ano para a companhia é o Cloud”, frisa ele.

“Estamos recrutando canais de forma cirúrgica, olhando network e cloud”, William Pimentel

O grande atrativo da virtualização é oferecer às empresas diversos recursos de TI de forma otimizada. A tecnologia possibilita a criação de ambientes virtuais que simulam equipamentos reais para rodar as diferentes plataformas com compartilhamento de recursos de hardware. De acordo com Pimentel, a Citrix percebeu que projetos de home office, com demanda de performance combinada com segurança, cresceram muito independente do lugar ou do tipo de máquina.

Para atingir seus objetivos, para 2017, a fabricante – que atua 100% via canal – intensificou o calendário de especialização e capacitação de seus parceiros. Além disso, anunciou o fortalecimento da parceria com a Microsoft. Existente há cerca de uma década no Brasil, a parceria vai avançar para um outro nível com a oferta de soluções combinadas para acelerar, por meio da tecnologia da Citrix, a ida das corporações para o Azure (a cloud da Microsoft) e para o Windows 10 e o Office 365, além de novos recursos de segurança.

Divulgação
Willian Pimentel

O uso da virtualização para permitir um avanço dos usuários corporativos rumo ao Windows 10 é uma das estratégicas da Microsoft. Para isso ser possível, as companhias já estão trabalhando em conjunto para permitir novas integrações entre o Citrix XenMobile e o NetScaler com a solução Microsoft Enterprise Mobility Suite (EMS) e o Azure. Cerca de 300 milhões de usuários já ativaram o Windows 10 em seus dispositivos.

Pimentel conta também que a empresa comemora o crescimento de 22% o recrutamento de canais no ano passado, fechando o ano com 150 parceiros. No entanto, ainda há espaço para canais especialistas nas diretrizes traçadas pela companhia. “Estamos recrutando canais de forma cirúrgica, olhando network e cloud”, ressalta ele, que completa a demanda regional por soluções Citrix. “Abriu muita oportunidade no interior de São Paulo, Brasília e na região Nordeste.”

Ajustes no programa de canal

Em maio de 2016, a Citrix criou um novo programa de especialização levando em conta quatro pilares que dividem as suas soluções: virtualização, networking, mobilidade e nuvem. Segundo Pimentel, os ajustes aconteceram para que o canal pudesse tirar certificações técnicas até se tornar um canal especializado, possibilitando o acúmulo de especialidades e, por consequência, de benefícios. “O objetivo é aumentar a previsibilidade para os parceiros, focar nas especializações de soluções que nós temos e principalmente aumentar a rentabilidade do nosso canal nesse sistema”, diz.

Além disso, a empresa realiza, em média, 15 a 20 eventos com canais por trimestre. “São eventos com clientes finais para cada tipo de canal. Leads ocorrem tanto do canal para a gente, da Citrix com eventos de mercado com o canal e ocorrem nos eventos de canais com clientes. Agora estamos focando em cloud porque vai gerar uma série de oportunidades para o canal.”

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.