Mercado

Triagem de ameaças preocupa 93% dos gerentes de segurança

Triar possíveis ameaças de ataques virtuais de segurança à rede é o principal calcanhar de Aquiles para os gerentes de segurança. Segundo o Relatório de Ameaças da McAfee Labs: dezembro de 2016, realizado pela Intel Security, 93% dos entrevistados reconheceram sua incapacidade em executar a triagem de todas as possíveis ameaças e 67% relataram aumento nos incidentes de segurança.

Pullquote sample text

Para grande parte das organizações (64%), os indícios de detecção das ameaças mais comuns se originam de pontos de controle de segurança tradicionais, como sistemas antimalware, firewall e de prevenção de intrusões.

O ano do ransomware

“O ano de 2016 pode ser decididamente lembrado como ‘o ano do ransomware’, por conta do um incrível aumento no número de ataques dessa categoria”, afirma Vincent Weafer, VP da McAfee Labs, Intel Security. Segundo ele, foram identificados vários ataques sofisticados com significativos avanços técnicos como criptografia de disco total ou parcial, criptografia de sites usados por aplicativos legítimos, antisandboxing, kits de exploração mais sofisticados para disseminação de ransomware e mais desenvolvimentos de ransomware como serviço.

A soma total de ransomware aumentou em 18% no 3º trimestre de 2016 e 80% desde o início do ano. O relatório de dezembro detalha também o crescimento de ransomware, malware móvel, malware de macro, malware para Mac OS e outras ameaças no terceiro trimestre de 2016.

Embora haja o aumento da vulnerabilidade, Weafer destaca a colaboração da indústria para deter avanços dessas ameaças. “Do lado oposto dos ataques de ransomware, vimos uma maior cooperação entre o setor de segurança e a legislação, além de uma colaboração construtiva envolvendo concorrentes do mercado para gerar de fato resultados no combate aos criminosos. Como resultado, nossa expectativa é constatar uma queda no crescimento de ataques de ransomware em 2017”, afirma. O levantamento foi feito com 400 funcionários dos centros de operações de segurança corporativa.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.