Mercado

Tecnologia ajudou empresas a vender mais em 2018

Os dados, coletados online em janeiro, mostram que 30,4% das empresas que venderam mais no ano passado possuem alguma espécie de CRM

Mais de 60% das empresas registraram vendas melhores em 2018, em relação a 2017, e entre elas, o uso da tecnologia para monitorar o andamento dos negócios é mais difundido. A conclusão é de um levantamento com 407 participantes realizado pela plataforma Agendor, de CRM  – gestão de relacionamento com clientes  e gestão de vendas.

Os dados, coletados online em janeiro, mostram que 30,4% das empresas que venderam mais no ano passado possuem alguma espécie de CRM e 24,7% pretendem adotar um em 2019. Esse tipo de sistema é usado para registrar os dados dos clientes e acompanhar o desempenho das equipes comerciais. Já entre as empresas que afirmaram ter tido vendas piores, o uso de CRM é mais baixo: atinge 23,6% dos participantes. Também é menor -18% – a fatia dos que pretendem adotar um em 2019.

“Esses sistemas aumentam a eficiência das áreas comerciais, porque permitem monitorar as vendas e identificar que práticas ou abordagens dos vendedores funcionam, além de corrigir as que geram problemas”, diz Júlio Paulillo, cofundador e CMO da Agendor.

Com a difusão das estratégias de marketing digital, o mercado de CRM tem avançado no mundo inteiro. Segundo um relatório do Gartner, sistemas de CRM já se tornaram o maior mercado de software do mundo, com receita global de US$ 39,5 bilhões em 2017. A previsão da consultoria era de que o segmento avançasse mais 16% em 2018, tornando-o também o de crescimento mais rápido.

O Agendor também prevê um crescimento acelerado neste ano. Mais de 30.000 empresas já utilizam o Agendor, que tem um plano de uso gratuito e um pago. Em 2019, a plataforma pretende alcançar 6.000 empresas pagantes — elas somam cerca de 3.000 atualmente. A expectativa é de dobrar também a receita. O foco está nas equipes que realizam vendas ditas consultivas, negociações fechadas apenas após vários contatos com o cliente. É o caso de indústrias e fábricas, distribuidoras e revendedoras, companhias de software e tecnologia, corretoras de seguros, entre outros.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos