Destaque Tendências

Algumas inovações tecnológicas de 2019 tendem a amadurecer

A Honeywell listou algumas das tecnologias inovadoras desenvolvidas no ano passado que moldarão o futuro e a maneira como vivemos

Além dos aplicativos de tecnologia exibidos durante a Consumer Electronics Show – CES deste ano em Las Vegas, 2019 foi um ano marcado por inovações que transformarão a maneira como vivemos nos próximos anos. A Honeywell listou sete principais inovações do ano.

1. Táxis aéreos. 2019 foi um ano importante para a mobilidade aérea urbana e, em breve, os táxis aéreos serão um modo de transporte do futuro, o que significa que o espaço aéreo estará mais lotado do que nunca. Um novo sistema compacto Fly-By-Wire (sistema de controle por cabo elétrico), usado em aeronaves tradicionais, foi redesenhado para táxis aéreos com o tamanho de um livro de bolso.

O sistema redesenhado reúne os cérebros dos controles de voo de uma aeronave em um sistema. Ele opera como se o piloto automático estivesse sempre ativo, trazendo agilidade, estabilidade e segurança para futuras decolagens e pousos virtuais eletrônicos.

2. Prevenção de acidentes de avião. A manutenção preventiva de aviões pode evitar acidentes. Um software combina aeronaves individuais e dados gerais da companhia aérea em um painel de controle, onde as equipes podem acompanhar a evolução dos sistemas, detectar falhas e consertar partes do avião antes mesmo delas quebrarem.

O Honeywell Forge for Airlines também ajuda a reduzir os atrasos nos voos causados por reparos inesperados, para que as companhias aéreas possam maximizar os ganhos melhorando a eficiência do serviço e melhorando a segurança dos passageiros.

3. As câmeras de vigilância veem o comportamento do comprador. As câmeras de segurança, que tradicionalmente monitoram o roubo, agora podem ser usadas para ajudar os varejistas a tomar decisões sobre a exibição de produtos, o horário de funcionamento e a equipe.

Os sistemas de vigilância podem prever tendências futuras monitorando o comportamento do comprador e os padrões de loja. Isso é útil para varejistas, que podem analisar esses dados e influenciar a experiência dos compradores nas lojas, aumentando, por fim, as vendas.

4. Proteção auditiva inteligente. Os trabalhadores são frequentemente expostos a ruídos excessivos, o que pode significar um ambiente de trabalho prejudicial. Durante 2019, a Honeywell desenvolveu uma nova proteção auditiva, com os fones de ouvido da Verishield. Com tecnologia baseada na nuvem, os fones monitoram os níveis de ruído aos quais os trabalhadores estão expostos, fornecendo alertas em tempo real quando o ruído excede os níveis seguros.

O fone de ouvido pioneiro coleta dados sobre padrões de ruído e fornece informações sobre a exposição a longo prazo, permitindo que os gerentes desenvolvam um programa eficaz de conservação de ruído para proteger a audição dos trabalhadores.

5. Comunicação rápida durante emergências. Cada segundo conta em uma crise. As comunicações de emergência tradicionais podem incluir paginação relativamente lenta ou sinalização de código de cores. Os funcionários de hospitais, escolas, aeroportos e outros edifícios de alta densidade precisam personalizar as comunicações entre equipes específicas, com base na gravidade da situação.

Em 2019, um Command and Control Suite foi desenvolvido, fornecendo visualização aprimorada das instalações, navegação aperfeiçoada no mapa e recursos mais amplos de edição, permitindo que as equipes de emergência tenham respostas mais rápidas e salvem vidas.

6. Engenharia virtual. Uma nova tecnologia de sistema de controle – que é o hardware e o software que operam plantas industriais – permite que as plantas executem projetos em menos tempo, com menor custo e menor risco, melhorando o rendimento, a qualidade e a confiabilidade operacional.
A tecnologia simplifica o sistema de controle, a implementação e o gerenciamento do ciclo de vida, concentrando o gerenciamento diário dos servidores em um data center centralizado.

7. Machine Learning para combater ataques cibernéticos. Os algoritmos que detectam anomalias identificam imediatamente os riscos para os sistemas e adicionam camadas adicionais de proteção contra-ataques cibernéticos, mesmo em ambientes industriais.

Os algoritmos analisam os riscos que podem passar despercebidos pelos detectores comuns de ameaças à segurança cibernética. Isso inclui ameaças como malware polimórfico, que muda constantemente para evitar a detecção, entre outros tipos de ameaças. Esses algoritmos operam com dados em tempo real para identificar imediatamente novos perigos para os sistemas de controle industrial e a Internet Industrial das Coisas.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos