book_icon

Softplan adquire a Deep Legal e amplia portfólio no segmento jurídico

A Deep Legal atuará em sintonia com as empresas da vertical de Legaltech da Softplan, que inclui a Projuris, plataforma de inteligência jurídica da companhia

Softplan adquire a Deep Legal e amplia portfólio no segmento jurídico

A Softplan, empresa de software SaaS, anunciou a aquisição da Deep Legal, uma plataforma digital de monitoramento e análise de dados focada no setor jurídico. A transação reforça a visão estratégica de crescimento da companhia, com o objetivo de trazer cada vez mais inovação e eficiência para os negócios e para os clientes.

A Deep Legal atuará em sintonia com as empresas da vertical de Legaltech da Softplan, que inclui a Projuris, plataforma de inteligência jurídica da companhia, que já conta com uma carteira de clientes com mais de 5 mil escritórios e cerca de 850 departamentos jurídicos, totalizando mais de 31 mil usuários no sistema em todo o Brasil. Com a integração da Deep Legal, mais 40 clientes farão parte desse ecossistema, incluindo grandes companhias como Volkswagen, PicPay e Santander.

“As aquisições são uma avenida de crescimento importante para o nosso grupo, não somente pela receita que trazem, mas especialmente por complementarem e qualificarem nossa oferta de produtos para os nossos clientes. Nós apostamos muito na verticalização dos nossos negócios e no profundo conhecimento dos nossos segmentos de atuação, e a Deep Legal vai nos permitir gerar ainda mais valor para os nossos clientes do setor jurídico”, disse Eduardo Smith, Ceo da Softplan.

A união das plataformas Projuris e Deep Legal permitirá aos clientes o uso de dados para desenvolver a jurimetria no mais alto nível, melhorando exponencialmente a assertividade nas previsões

A aquisição da Deep Legal corrobora a ótima fase vivida pela Softplan, com aumento de receita superior a 33% no primeiro trimestre de 2024, na comparação com o mesmo período do ano passado, e projeção de faturamento de R$ 921 milhões para este ano.
“Sem dúvida, 2024 é um ano de continuidade das conquistas da Softplan. Seguimos com um ritmo acelerado de crescimento, com resultados fortes e consistentes. A companhia continua crescendo e evoluindo nas suas margens, fruto do processo de melhorias operacionais nas unidades de negócios e ganhos de escala oriundos do amadurecimento e evolução das estruturas corporativas”, comentou André Tavares, CFO da Softplan.

Com a Deep Legal, a Softplan amplia o potencial do ecossistema jurídico com serviços de jurimetria – a aplicação de métodos quantitativos a partir do apoio de Inteligência Artificial, mineração de dados, exame de tendências, padrões e precedentes legais – o que aprimora a tomada de decisão estratégica dos clientes. O portfólio inclui diversas soluções, como um robusto BI que acompanha processos praticamente em tempo real, monitoramento de eventos processuais importantes, detecção de anomalias, captura e leitura de petições iniciais, comparação de performance relativa, indo até a previsão de resultados, prazos e valores processuais, tudo personalizado e em escala para cada cliente.

“Atualmente, a Deep Legal chega para complementar o nosso ecossistema jurídico em pilares que ainda não dominávamos, como em jurimetria. Aliada ao Projuris, nossa principal plataforma, a aquisição se encaixa perfeitamente no propósito de oferecer maior diversidade de serviços para nossos clientes, aprimorando ainda mais a vertical por meio de ações de cross-selling e upselling”, afirma Sérgio Cochela, diretor da área de Legaltech privada da Softplan.

A união das plataformas Projuris e Deep Legal permitirá aos clientes o uso de dados para desenvolver a jurimetria no mais alto nível, melhorando exponencialmente a assertividade nas previsões e o acesso a recursos exclusivos que impulsionarão seu desempenho de forma singular. A previsão é que a integração dos sistemas esteja disponível no início do segundo semestre.

 

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.