book_icon

Petrobras migra para SAP Enterprise Cloud Services os controles de acessos

Projeto coloca na Nuvem a gestão de perfis de suas principais ferramentas, otimizando processos do cliente

Petrobras migra para SAP Enterprise Cloud Services os controles de acessos

A SAP concluiu com sucesso a passagem do SAP Governance, Risk, and Compliance Access Control (SAP GRC-AC) para a Nuvem privada SAP Enterprise Cloud Services para cerca de 100 mil usuários da Petrobras, uma de suas principais clientes, com zero impacto nas reestruturações da companhia e antecipação de entrega. Projeto coloca na Nuvem a gestão de perfis de suas principais ferramentas, otimizando processos do cliente.

O software SAP GRC-AC (denominado de GPAS dentro da Petrobras) era utilizado em servidor local, responsável por gerenciar todo o controle de acesso às principais ferramentas corporativas da companhia. Com o SAP Private Cloud, passa a contar com um serviço totalmente gerenciado por SAP Enterprise Cloud Services e baseado em assinatura, que permite configurar um fluxo de trabalho mais adequado à governança da empresa, com base em práticas de Compliance e aversão ao risco.

Para suportar a migração para a o SAP Private Cloud foi realizado um planejamento detalhado, apoiado pelo serviço de MPW (Migration Plan Workshop) da SAP, contando com a participação efetiva de equipes da Petrobras e SAP 

A SAP tem experiência em fazer migrações em grandes clientes e de alta complexidade, mas o grande desafio estava relacionado à criticidade, riscos de impacto e com múltiplas integrações. “Foi um projeto extremamente complexo e o grande sucesso se deve a conhecermos bem as particularidades do cliente e a maneira como trabalham, além do intenso envolvimento das áreas de negócios, fazendo com que as etapas se encaixassem nas necessidades da Petrobras e respeitando períodos críticos”, afirma Celso Matoso, líder global da conta Petrobras na SAP.

Na Petrobras, a ferramenta é responsável pelo gerenciamento de perfis e acessos de cerca de 100 mil usuários. “O SAP GRC-AC controla a concessão de perfis no ecossistema SAP da Petrobras, assegurando alinhamento às boas práticas de compliance e aderência à SOX (lei federal dos EUA, Sarbanes-Oxley, promulgada em 2002 para melhorar a governança corporativa e fortalecer os relatórios financeiros). Um total de 69 ambientes, que suportam processos críticos da companhia”, destaca Fagundes Pereira da Silva, gerente setorial de Infraestrutura dos

Sistemas Integrados de Gestão da Petrobras
Para suportar a migração para a o SAP Private Cloud foi realizado um planejamento detalhado, apoiado pelo serviço de MPW (Migration Plan Workshop) da SAP, contando com a participação efetiva de equipes da Petrobras e SAP. As atividades de migração foram realizadas com duração ótima, sem intercorrências e de forma transparente para os usuários da Petrobras.

“A migração do SAP GRC-AC feita por SAP Entreprise Cloud Services foi um sucesso. Planejamento, gestão de riscos, escuta ativa e empatia foram fundamentais. Atualmente, na Petrobras, estamos com os ambientes GRC-AM (de gestão de auditoria), GRC-PC/RM (controle de processos e gestão de riscos) e GRC-AC (controle de acessos) na nuvem privada da SAP”, complementa Fagundes.

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.