book_icon

Oportunidades de US$ 50 bi ao ano em IA generativa para seguradoras

A tecnologia de IA oferece às seguradoras um potencial financeiro em grande escala a partir de ganhos de produtividade, otimizando canais de vendas e consultoria digital

Oportunidades de US$ 50 bi ao ano em IA generativa para seguradoras

De acordo com uma nova pesquisa da consultoria Bain & Company divulgada nesta segunda-feira (1/4), as empresas de seguros em todo o mundo têm uma oportunidade financeira de US$ 50 bilhões com a IA generativa para aproveitar a tecnologia de maneira que poderiam aumentar suas receitas em até 20% e reduzir seus custos em até 15%.

O relatório da Bain, It’s for Real: Generative AI Takes Hold in Insurance Distribution, conclui que alavancar a IA generativa na distribuição de seguros tem o potencial de gerar mais de US$ 50 bilhões em benefícios econômicos anuais para as empresas do setor.

A análise da Bain também aponta as principais áreas de risco emergentes do uso em desenvolvimento de IA generativa pelas seguradoras, incluindo alucinação, procedência de dados, desinformação, toxicidade e propriedade intelectual

“Para as seguradoras, os benefícios devido à IA generativa virão por três rotas, isso inclui aumentar a produtividade, elevar as vendas por meio de agentes mais eficazes e consultoria digital e melhor identificação e direcionamento de riscos que ajudarão clientes, agentes e a empresa. Na Bain, continuamos comprometidos em ajudar nossos clientes não apenas em seguros, mas em todos os setores, a identificar e realizar todo o potencial de negócios da IA”, disse Bhavi Mehta, líder global de IA em Serviços Financeiros da Bain.

O uso precoce de IA generativa dentro de seguros sugere que a tecnologia transformará a distribuição de quatro maneiras, incluindo:

Produtividade dos agentes: a tecnologia ajudará os agentes a navegar e produzir conteúdo mais rapidamente. Ele reduzirá as interações de baixo valor e fornecerá treinamento para interações mais eficazes com os clientes.

Autoatendimento ao cliente e suporte de vendas: um assistente virtual sempre ativo ampliará a disponibilidade dos agentes e ajudará os clientes com comparações de produtos e compras digitais.

Hiperpersonalização em escala: conversas, conteúdo e ofertas personalizados responderão mais prontamente às necessidades individuais dos clientes.

Insights e decisões de negócios: a combinação de sinais de dados não estruturados com dados estruturados produzirá novos insights e ajudará na identificação de riscos.
Gerenciando os riscos

A análise da Bain também aponta as principais áreas de risco emergentes do uso em desenvolvimento de IA generativa pelas seguradoras, incluindo alucinação, procedência de dados, desinformação, toxicidade e propriedade intelectual.

“Como acontece com qualquer tecnologia nascente, haverá riscos”, disse Sean O’Neill, líder da Prática Global de Seguros da Bain. “Para gerenciar riscos, as seguradoras devem adotar uma estratégia de IA responsável que inclua prioridades de curto prazo, bem como uma visão de longo prazo que permita às empresas construir recursos valiosos de IA para redefinir suas operações de negócios”, completou.

À medida que a IA generativa continua a evoluir, a Bain insta as seguradoras a tomarem várias medidas críticas para se adaptarem à tecnologia em rápido desenvolvimento. Isso inclui alinhar entre as unidades de negócios sobre como a IA pode apoiar a estratégia de negócios, determinar o que construir internamente e o que comprar dos fornecedores, garantir que as equipes de entrega sejam multifuncionais e projetar um modelo operacional que seja adaptável.

 

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.