book_icon

Ataque DDoS em Escala Massiva Revela Vulnerabilidades em Dispositivos IoT

Três milhões de escovas de dente inteligentes são infectadas com malware e transformaram-se em botnets maliciosas

Ataque DDoS em Escala Massiva Revela Vulnerabilidades em Dispositivos IoT

Recentemente, um alarmante incidente de cibersegurança veio à tona, revelando um ataque DDoS em escala massiva. De acordo com um relatório do jornal suíço Aargauer Zeitung, cibercriminosos infectaram três milhões de escovas de dente inteligentes com malware para executar um ataque DDoS de grandes proporções. As escovas de dente comprometidas foram transformadas em botnets maliciosas, resultando na interrupção das operações de uma empresa suíça não identificada por várias horas, causando perturbações generalizadas e resultando em danos financeiros de milhões de euros para a empresa.

Geraldo Guazzelli, diretor-geral da Netscout Brasil, empresa de soluções de monitoramento, cibersegurança e proteção de redes, expressou preocupações sobre o incidente e destacou a importância da segurança em dispositivos IoT: “Enquanto a sociedade se impressiona com os avanços da tecnologia, entre outros Machine Learning e Inteligência Artificial impulsionando ainda mais a velocidade destes avanços, o lado obscuro também se arma e cria novas ameaças. A internet, as facilidades que IoT está trazendo são primordiais, mas é preciso muito cuidado com os dispositivos, principalmente os de uso doméstico.”

As facilidades que IoT está trazendo são primordiais, mas é preciso muito cuidado com os dispositivos, principalmente os de uso doméstico

Este incidente ressalta a crescente vulnerabilidade dos dispositivos IoT (Internet das Coisas) e suas consequências potencialmente devastadoras. Dispositivos aparentemente inofensivos, como escovas de dente inteligentes, podem ser explorados por cibercriminosos para lançar ataques em larga escala, resultando em interrupções significativas e prejuízos financeiros para empresas e usuários finais.

Um exemplo notável de vulnerabilidade em dispositivos IoT são as câmeras de vigilância. Em 2014, um ataque global aos bancos afetou o Brasil como um dos primeiros países afetados. As câmeras de vigilância chinesas foram identificadas como um dos pontos fracos do sistema de segurança, devido a chipsets com políticas de segurança inadequadas ou inexistentes, facilitando sua exploração por hackers. Vale lembrar que no último Relatório de Ameaças Globais (Threat Intelligence Report), o Brasil manteve a liderança da América Latina pelo 10º ano consecutivo, com o equivalente a 41,78% do total de ataques sofridos no continente.

Guazzelli enfatizou a importância de adotar medidas proativas para proteger os dispositivos IoT contra ameaças cibernéticas: “A segurança em dispositivos IoT deve ser tratada com a máxima seriedade. Os fabricantes e os usuários finais devem implementar medidas robustas de segurança para mitigar os riscos de ataques cibernéticos. Isso inclui atualizações regulares de firmware, senhas fortes e práticas de segurança sólidas para garantir a integridade e a proteção dos dispositivos IoT e das redes às quais estão conectados.”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento