book_icon

Estudo da Infosys mostra como destravar o crescimento digital

Nove em cada dez empresas não apresentam a combinação correta de cultura e estrutura operacional para impulsionar o crescimento das tecnologias digitais

Estudo da Infosys mostra como destravar o crescimento digital

Apenas 7% das empresas têm a combinação correta de cultura e estrutura operacional para impulsionar o crescimento das tecnologias digitais, de acordo com uma nova pesquisa do Infosys Knowledge Institute, o braço de conhecimento da Infosys, empresa global de consultoria e serviços digitais.

O estudo “Digital Radar: The Next Digital Frontier” entrevistou 2,7 mil executivos de negócios nos EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Austrália, Nova Zelândia, China e Índia e descobriu que as empresas que tomam decisões com base em dados transparentes de alta qualidade e constroem uma cultura de assumir riscos responsáveis ​​têm maior probabilidade de gerar crescimento lucrativo nas difíceis condições macroeconômicas atuais. Além disso, a organização com foco em produtos, e não em processos, leva novos produtos ao mercado mais rapidamente, levando a vantagem dos pioneiros.

A oportunidade está nas mãos do C-suite para desenvolver uma empresa do século 21 que incorpora resiliência, agilidade e crescimento em seus modelos operacionais

Esta pesquisa sugere três diferenciais para o sucesso: usar os dados internamente, projetar a cultura organizacional para assumir riscos responsáveis ​​e organizar os negócios em torno dos produtos. As empresas que se destacam nessas capacidades desfrutam de maior lucro, percepção da marca e engajamento de funcionários e clientes. No entanto, nosso relatório constatou que menos de 10% das empresas dominam esses três diferenciais, destacando oportunidades significativas para aquelas que o fazem.

Dados ao vivo: o relatório constata que apenas 5% das empresas atualmente implementam o que define como uma abordagem universal de ‘dados ao vivo’. Isso é definido como dados de alta qualidade, oportunos e prontamente disponíveis em toda a organização. Essas práticas de dados geram lucro por meio de melhor inovação e velocidade de lançamento de novos produtos no mercado. Por exemplo, empresas que seguem práticas robustas de dados para tomada de decisão melhoraram sua capacidade de introdução de novos produtos em até 85%.

Centralização no produto: as empresas que organizam suas equipes em torno de suas ofertas de produtos, em vez de funções de negócios, têm 50% mais chances de obter o melhor desempenho na introdução de novos produtos e melhorar significativamente o envolvimento de funcionários e clientes. No entanto, apenas metade das empresas respondentes estão atualmente organizadas dessa forma, destacando uma tremenda oportunidade de mercado.

Cultura responsável de assumir riscos: finalmente, uma empresa que assume riscos responsáveis ​​e considerados, apoiados por dados ativos, tem maior probabilidade de criar produtos mais rapidamente, reter funcionários e aumentar o lucro do que aquelas que não o fazem. Identificamos cinco alavancas culturais que podem melhorar a inovação em cinco vezes: estilo de liderança flexível, liderança e diversidade de funcionários, liderança orientada por dados, teste e aprendizado rápidos e incentivo à tomada de riscos.

Juntas, essas descobertas destacam ainda mais que o sucesso digital depende da maneira como uma empresa se organiza em torno da tecnologia, em vez de ser algo que pode ser entregue apenas pela tecnologia.

“Estamos em um momento em que empresas e consumidores estão enfrentando mudanças, ventos macroeconômicos difíceis e um ambiente competitivo desafiador. Os líderes devem ver este período como uma oportunidade para pensar de forma diferente, desbloquear novas estruturas e formas de trabalhar para impulsionar a inovação tão necessária para o crescimento. No entanto, na prática, muito poucas empresas estão conseguindo isso. A oportunidade está nas mãos do C-suite para desenvolver uma empresa do século 21 que incorpora resiliência, agilidade e crescimento em seus modelos operacionais”, disse Mohit Joshi, presidente da Infosys.

“O estudo Radar Digital 2023 revela uma nova fronteira para os negócios. Ele descreve três áreas para estimular a inovação e o crescimento dos resultados, mostrando que empresas altamente bem-sucedidas reconhecem a relação entre dados ao vivo, centralização no produto e uma cultura responsável de assumir riscos. Essas empresas estão um passo à frente em sua jornada digital enquanto cuidam das pessoas e do planeta”, finalizou Jeff Kavanaugh, vice-presidente e chefe global do Infosys Knowledge Institute.

Serviço
www.infosys.com

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.