book_icon

Estudo da Cortex mostra 237 mil empresas de tecnologia no Brasil

No ano passado foram abertos 41.353 novos CNPJs, sendo 88% de microempresas; no mesmo período, 15.876 foram fechados

Estudo da Cortex mostra 237 mil empresas de tecnologia no Brasil

O segmento de Tecnologia da Informação registrou a abertura de 41.353 novos CNPJs em 2022, sendo 88% de microempresas. Neste período, 15.876 foram fechadas. Ao todo, o setor soma 237 mil CNPJs, ficando em 13º lugar em relação aos 16 setores econômicos existentes no Brasil. Os dados são do relatório Panorama B2B, realizado pela Cortex, empresa de Inteligência de Vendas B2B com atuação na América Latina.

Já em relação ao faturamento, 84% faturam até R$81 mil por ano, enquanto 11% faturam de R$360 mil a R$ 1 milhão. Dentre as cidades que tiveram mais abertura de empresas, São Paulo ficou em primeiro lugar, com 10 mil novos CNPJs, cerca de 26% do total. Em segundo lugar está o Rio de Janeiro, com quase 1,79 mil; seguido por Curitiba, com 1,75 mil; Belo Horizonte, com 1,66 mil; e Brasília, com 1,37 mil.

O estudo também analisou a maturidade digital das empresas abertas nesse período, de acordo com os tipos de tecnologia utilizadas, como cloud, CRM, blog e marketing automation. A análise concluiu que 36% das empresas têm alta adoção de tecnologia, enquanto 60% tem média e 4%, baixa.

Das empresas abertas em 2022, 73% se mantêm com alto nível de atividade econômica, enquanto 27% tem médio, o dado indica se as empresas estão em operação.

Confira o top 10 atividades econômicas (CNAEs) mais abertas no segmento de serviços em 2022

1 – Suporte técnico, manutenção e outros serviços em tecnologia da informação
2 – Consultoria em tecnologia da informação
3 – Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda
4 – Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis
5 – Outras atividades de prestação de serviço de informação não especificadas anteriormente
6 – Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet
7 – Tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet
8 – Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não customizáveis
9 – Web design
10 – Agências de notícias

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.