book_icon

Pesquisa do Gartner revela os principais desafios em tecnologia de RH

44% dos líderes de RH relataram que a obtenção de melhores resultados de negócios é sua prioridade estratégica número um para a transformação da tecnologia de RH nos próximos três anos

Pesquisa do Gartner revela os principais desafios em tecnologia de RH

De acordo com uma pesquisa do Gartner, as três tecnologias de RH mais importantes deste ano são gerenciamento de habilidades, plataformas de experiência de aprendizado e mercados internos de talentos. O estudo foi realizado com 138 líderes de RH e revelou os principais imperativos estratégicos para a tecnologia de RH em 2023.

“Com uma economia global tumultuada, os líderes de tecnologia de RH enfrentam um ato de equilíbrio em 2023”, disse Sam Grinter, diretor da prática de RH do Gartner. “Os líderes devem prever maiores níveis de responsabilidade e demanda por resultados mensuráveis ​​para justificar novos investimentos em tecnologia”, comentou.

Menos da metade (43%) dos líderes de tecnologia de RH acreditam que seus funcionários estão satisfeitos com a tecnologia de RH usada por sua organização, com o restante relatando que seus funcionários são neutros ou insatisfeitos

Para impulsionar a transformação de RH de suas organizações, os líderes de tecnologia de RH devem agir de acordo com os imperativos abaixo:

Principais prioridades para tecnologia de RH

Na pesquisa, 44% dos líderes de RH relataram que a obtenção de melhores resultados de negócios é sua prioridade estratégica número um para a transformação da tecnologia de RH nos próximos três anos. O crescimento do número de funcionários e habilidades (26%) e a otimização de custos (17%) foram classificados como as próximas prioridades mais importantes.

“No momento, muitas organizações estão adotando uma abordagem proativa para a transformação dos negócios, a fim de proteger áreas críticas de operações”, disse Grinter. “Cumprir o crescimento da receita e a lucratividade é imperativo para os líderes de tecnologia de RH, principalmente em tempos de mudanças sociais, tecnológicas e econômicas.”

Principais barreiras para a tecnologia de RH

A pesquisa do Gartner mostra que os três principais obstáculos para os líderes de tecnologia de RH são garantir a adoção contínua da tecnologia de RH (57%) entre as principais partes interessadas – funcionários, gerentes e RH, justificando os investimentos em tecnologia de RH (46%) e desenvolvendo e mantendo um roteiro estratégico para a transformação da tecnologia de RH (43%).

“Sem adoção, a tecnologia é pior do que um peso morto – ela fornece valor zero enquanto incorre em custos contínuos”, disse Grinter. “A falta de adoção também afeta a produtividade, pois os funcionários perdem tempo procurando soluções alternativas, criando mais atrito de trabalho desnecessário”, observou.

Tecnologias atuais e emergentes

Este ano, o foco de muitos líderes de tecnologia de RH também será o gasto na implementação e otimização das decisões de tecnologia existentes. A maioria dos aplicativos em Nuvem recebe de duas a quatro atualizações principais por ano, e os líderes de tecnologia de RH devem trabalhar para comunicar as atualizações em tempo hábil, para que a organização possa se beneficiar dos novos recursos à medida que eles chegam.

Além disso, a pesquisa do Gartner mostra que os líderes de tecnologia de RH veem as seguintes áreas como a tecnologia mais importante este ano: gerenciamento de habilidades (51%), plataformas de experiência de aprendizado (41%) e mercados internos de talentos (32%).

“As organizações continuam enfrentando uma lacuna preocupante de habilidades ”, disse Josie Xing, diretora da prática de RH do Gartner. “Esse problema se agravou à medida que a pandemia acelerou a adoção de tecnologias digitais em todos os setores, bem como a feroz competição atual por talentos”, comentou.

Satisfação do empregado

Menos da metade (43%) dos líderes de tecnologia de RH acreditam que seus funcionários estão satisfeitos com a tecnologia de RH usada por sua organização, com o restante relatando que seus funcionários são neutros ou insatisfeitos.

“Essa insatisfação geralmente decorre de experiências abaixo do ideal do usuário final que podem ser devidas a várias causas, incluindo falta de maturidade digital, gerenciamento de mudanças inadequado e comunicação insuficiente sobre o valor da tecnologia”, disse Xing.

Colaboração de RH e TI

Ainda segundo a pesquisa, 39% dos líderes de tecnologia de RH especificaram que definem sua própria estratégia de tecnologia de RH com suporte do departamento de TI, enquanto 45% relataram liderança compartilhada entre TI e RH na definição da estratégia de tecnologia de RH.

“É necessário aproveitar o conhecimento e o suporte de TI”, disse Xing. “Embora muitas organizações de RH tentem se apropriar totalmente da estratégia de tecnologia de RH, é improvável que a equipe de RH tenha todas as habilidades necessárias para definir uma estratégia holística de tecnologia de RH. A TI e o RH devem trabalhar em sintonia para reunir a percepção do processo de negócios e o conhecimento técnico de suas respectivas funções”, finalizou.

Serviço
www.gartner.com

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento