book_icon

Microsoft anuncia a demissão de 10 mil funcionários no mundo

Satya Nardella, CEO da companhia, escreveu no blog da companhia que demitirá 5% dos funcionários por conta da desaceleração nos negócios e uma possível recessão global

Microsoft anuncia a demissão de 10 mil funcionários no mundo

Em comunicado aos funcionários nesta quarta-feira (18/1), a Microsoft anunciou que deverá cortar cerca de 10 mil funcionários nos próximos meses, a maior demissão em massa desde 2014. Satya Nardella, CEO da companhia, escreveu no blog da companhia que a Microsoft demitirá 5% dos funcionários no mundo por conta da desaceleração nos negócios e uma possível recessão global.

Quero estender meus mais profundos agradecimentos e gratidão a todos que contribuíram para a Microsoft até este ponto e a todos vocês que continuarão a contribuir à medida que traçamos nosso caminho à frente

“Estamos vivendo tempos de mudanças significativas e, quando me encontro com clientes e parceiros, algumas coisas ficam claras. Primeiro, como vimos os clientes acelerarem seus gastos digitais durante a pandemia, agora os vemos otimizar seus gastos digitais para fazer mais com menos. Também estamos vendo organizações em todos os setores e geografias agindo com cautela, já que algumas partes do mundo estão em recessão e outras estão prevendo uma. Ao mesmo tempo, a próxima grande onda da computação está nascendo com os avanços da IA, pois estamos transformando os modelos mais avançados do mundo em uma nova plataforma de computação”, escreveu o executivo. “Este é o contexto em que nós, como empresa, devemos nos esforçar para entregar resultados de forma contínua, enquanto investimos em nossa oportunidade de longo prazo. Estou confiante de que a Microsoft sairá disso mais forte e competitiva, mas isso exige que tomemos ações baseadas em três prioridades”, continuou.

“Primeiro, alinharemos nossa estrutura de custos com nossa receita e onde vemos a demanda do cliente. Hoje, estamos fazendo mudanças que resultarão na redução de nossa força de trabalho geral em 10 mil empregos até o final do terceiro trimestre do ano fiscal de 23. Isso representa menos de 5% de nossa base total de funcionários, com algumas notificações acontecendo hoje. É importante observar que, embora estejamos eliminando cargos em algumas áreas, continuaremos contratando em áreas estratégicas importantes. Sabemos que este é um momento desafiador para cada pessoa impactada. A equipe de liderança sênior e eu temos o compromisso de que, ao passarmos por esse processo, o faremos da maneira mais cuidadosa e transparente possível”, disse Nadella.

“Em segundo lugar, continuaremos a investir em áreas estratégicas para o nosso futuro, o que significa que estamos alocando nosso capital e talento para áreas de crescimento secular e competitividade de longo prazo para a empresa, enquanto desinvestimos em outras áreas. Esses são os tipos de escolhas difíceis que fizemos ao longo de nossos 47 anos de história para continuar sendo uma empresa importante neste setor que é implacável com quem não se adapta às mudanças de plataforma. Como tal, estamos assumindo uma cobrança de US$ 1,2 bilhão no segundo trimestre relacionada a custos de rescisão, alterações em nosso portfólio de hardware e custo de consolidação de aluguel à medida que criamos maior densidade em nossos espaços de trabalho”, anunciou.

“E terceiro, trataremos nosso pessoal com dignidade e respeito e agiremos com transparência. Essas decisões são difíceis, mas necessárias. Eles são especialmente difíceis porque impactam as pessoas e suas vidas – nossos colegas e amigos. Estamos empenhados em garantir que todos aqueles cujas funções são eliminadas tenham todo o nosso apoio durante essas transições. Funcionários elegíveis para benefícios nos EUA receberão uma variedade de benefícios, incluindo indenização acima do mercado, cobertura de assistência médica contínua por seis meses, aquisição contínua de prêmios de ações por seis meses, serviços de transição de carreira e aviso prévio de 60 dias antes da rescisão, independentemente se tal notificação é legalmente exigida. Os benefícios para funcionários fora dos Estados Unidos estarão de acordo com as leis trabalhistas de cada país”, prometeu o executivo.

Para finalizar, Nadella agradeceu aos funcionários. “Quero estender meus mais profundos agradecimentos e gratidão a todos que contribuíram para a Microsoft até este ponto e a todos vocês que continuarão a contribuir à medida que traçamos nosso caminho à frente. Obrigado pelo foco, dedicação e resiliência que você demonstra para a Microsoft e nossos clientes e parceiros todos os dias”.

Serviço
www.microsoft.com

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.