book_icon

País pode aumentar investimentos em serviços em Nuvem até dezembro

A solução em Nuvem necessita de pouca manutenção e reduz também o consumo de energia, assim como não necessita de estrutura física no escritório

País pode aumentar investimentos em serviços em Nuvem até dezembro

Nos últimos anos, a Transformação Digital tem crescido e impulsionado as empresas a investirem em soluções de armazenamento em Nuvem. Atualmente, o Brasil ocupa o décimo lugar mundial em adoção desse tipo de serviços, mas em comparação a outros países da América Latina, o País é o maior investidor. Segundo a Gartner, os gastos mundiais com armazenamento em Nuvem devem atingir US$500 bilhões de dólares em 2022 e cerca de US$ 600 bilhões em 2023.

Para Paulo Chabbouh, CEO da L5 Networks, empresa que atua no desenvolvimento de soluções de comunicação em Nuvem, o investimento nessas ferramentas é de extrema importância. “Muitos são os benefícios que o investimento em tecnologias em Nuvem podem oferecer para as empresas. É por este motivo que sempre vemos uma curva ascendente quando falamos sobre adoção destas práticas. Recentemente, dobramos o investimento para a ampliação de nossa própria Nuvem”, comenta Chabbouh.

A solução em Nuvem necessita de pouca manutenção e reduz também o consumo de energia, assim como não necessita de estrutura física no escritório

Para o CEO, entre as principais vantagens que a implementação do serviço em Nuvem pode promover para as empresas está a redução de custos. Um dos pontos que mais chama atenção dos empresários é a redução do valor gasto com os servidores físicos. A solução em Nuvem necessita de pouca manutenção e reduz também o consumo de energia, assim como não necessita de estrutura física no escritório. Além disso, a solução é customizável, a empresa pode contratar a quantidade de armazenamento necessária e aumentar conforme novas realidades.

Outra vantagem importante é a facilidade de implementar jornadas de trabalho remotas ou híbridas, oferecendo aos colaboradores conforto, segurança e liberdade. O sistema de armazenamento em Nuvem está disponível em qualquer lugar do mundo e a qualquer hora do dia, possibilitando também o anywhere office, sistema em que os colaboradores podem prestar serviços de diferentes localidades, necessitando apenas de acesso à internet.

Outro item apontado por Chabbouh é a mão de obra qualificada. “Por conta do anywhere office, a localização de bons colaboradores deixa de ser um empecilho para contratação. Ou seja, é possível montar um time com os melhores especialistas da área, mesmo que residam em diferentes estados e até países”, explica.

Segurança de Dados é mais um ponto listado. Apesar destes sistemas de armazenamento permitirem acesso aos Dados da empresa pela internet, a Segurança de Dados oferecida por esse serviço é igualmente efetiva como as encontradas em sistemas on-premise. Além disso, as soluções em Nuvem tem sistemas de segurança modernizados e descentralizados, que evitam a perda total de informações de uma empresa, em casos de falhas, por exemplo.

“Ainda existem muitos empresários que têm dúvidas em relação à transformação digital e por isso podem perder vantagem competitiva no mercado e acabar ficando para trás. A modernização tem relação com o crescimento das empresas, com evolução”, finaliza o executivo.

Em atividade desde 2005, a L5 Networks é uma empresa brasileira que investe no desenvolvimento de tecnologia e entrega ao mercado soluções que aliam alta tecnologia à redução de custos, como soluções em telefonia IP, PABX em Nuvem, CRM, terceirização de TI e Private Cloud, dando suporte a empresas de qualquer porte e segmento.

Serviços
www.l5.com.br

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.