book_icon

Grandes universidades no Brasil utilizam avaliações à distância da TestWe

Há também um monitoramento de áudio e vídeo a todo tempo; mesmo no modo off-line, além de haver o bloqueio do computador para demais atividades, tudo em conformidade à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) no que tange a privacidade dos candidatos

Grandes universidades no Brasil utilizam avaliações à distância da TestWe

A partir de 2020, com a crise sanitária iniciada com a pandemia de Covid-19, muitos dos processos seletivos aderiram ao modelo de avaliação online para conter a disseminação do vírus, como foi o caso dos vestibulares de algumas instituições ao longo do País. O que era, até pouco tempo, uma alternativa emergencial para um período adverso na área da educação, chegou para ficar: a Sociedade Brasileira de Química, por exemplo, realizará uma prova conjunta, à distância, que conta com oito programas de pós-graduação na área. A seletiva acontece no dia 26 de junho.

A prova unificada de química das instituições USP, Unicamp, Unesp, UFMG, UFSCar e UFABC foi elaborada por meio de uma parceria com a TestWe, empresa francesa referência em avaliações na Europa, especializada em digitalização e monitoramento de avaliações à distância, assegurando eficácia e credibilidade na triagem. Exames nesse estilo, à medida que podem ser feitos nas tantas localidades de um País vasto como o Brasil, representam possibilidades inclusivas para a educação.

Para garantir um ambiente antifraude, a plataforma exige que os candidatos se identifiquem antes de iniciar a prova e mostrem o ambiente onde estão em 360º 

Para Rafaela Manes, diretora de Desenvolvimento de Negócios da TestWe no Brasil, é preciso ir além ao pensar em avaliações nesses moldes: “Às vezes, problemas com a internet acontecem. Em outros casos, o estudante está em um local onde não há conexão. A etapa avaliativa tem que estar preparada para casos assim”.

Praticidade, inclusão e segurança
Por meio do aplicativo da TestWe, o candidato precisa do acesso à internet apenas para fazer o download, a autenticação de acesso e o envio da prova a final. Durante todo o tempo de prova o candidato pode ficar no modo offline. “O estudante, com a TestWe, só precisa de internet para se identificar e submeter sua parte, o que ajuda nesses contratempos”, ressalta Rafaela.

Outro fator importante quando se fala de processos seletivos à distância é a segurança. Muitas pessoas têm a falsa impressão de que é fácil ludibriar as regras e consultar materiais ou sites quando a prova é online. Rafaela Manes, no entanto, assegura que existem tecnologias de monitoramento que impedem tal ocorrência. “Escolas e faculdades, durante a pandemia, estavam utilizando plataformas do mercado que não são especializadas em segurança e, logo, não avaliam adequadamente o desempenho dos alunos. É preciso, primeiramente, ter a certeza de que é o candidato atrás do computador resolvendo as questões. Para além disso, ele não pode se comunicar com outras pessoas, ser ajudado, visitar sites, documentos ou demais aplicativos”, acrescenta.

Com a TestWe, as instituições e os professores, nesse sentido, podem confiar que não está acontecendo nenhum tipo de infração das regras. Para garantir um ambiente antifraude, a plataforma exige que os candidatos se identifiquem antes de iniciar a prova e mostrem o ambiente onde estão em 360º. Há também um monitoramento de áudio e vídeo a todo tempo; mesmo no modo off-line, além de haver o bloqueio do computador para demais atividades, tudo em conformidade à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) no que tange a privacidade dos candidatos. “Apenas os responsáveis pela organização da prova têm acesso aos dados pessoais do candidato. Cada pessoa tem uma senha única de acesso apenas para acessar o seu próprio aplicativo. E as imagens e os áudio captados são deletados após 2 meses, tanto da plataforma como dos servidores”, explica a diretora.

Alguns aspectos da vida acadêmica necessitam ser menos desgastantes e desiguais. As avaliações à distância, sob essa perspectiva, permitem que muitos dos candidatos que teriam que se preocupar em como chegar até o local da prova apenas foquem em ter um bom desempenho. A tecnologia deve ser utilizada a favor disso. “É fundamental que na educação superior à distância, com mais força no Brasil após a pandemia, sejam pensadas formas de aprimorar burocracias, como é o caso dos processos seletivos”, finaliza Rafaela.

A TestWe é uma solução que digitaliza totalmente o processo das avaliações online: da criação à correção, incluindo a análise de notas e competências, tanto na sala de aula quanto à distância. Além da gestão de provas, a empresa, com sede na França e operação no Brasil, apresenta também a tecnologia ProctorWe, que garante um ambiente seguro e anti fraude com monitoramento 360º de áudio e vídeo, — mesmo em conexão offline — e em conformidade a LGPD.

ambiente antifraude

Avaliações à distância

grandes universidades

LGPD

Rafaela Manes

TestWe

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.