book_icon

Pequenas e médias empresas aderem ao outsourcing de equipamentos de TI

Além de transforma Capex em Opex, as empresas passam a ter à disposição uma equipe capacitada para oferecer as melhores soluções para demandas específicas

Pequenas e médias empresas aderem ao outsourcing de equipamentos de TI

Empreender é um desafio em diversos aspectos, sobretudo, para os pequenos e médios empresários. Entre os inúmeros custos, a aquisição do parque tecnológico ganha destaque e pode consumir boa parte do capital de giro. De acordo com o último levantamento realizado pela TIC Empresas, do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.BR), houve um crescimento total ou parcial na adesão de contratos de terceirização da estrutura de tecnologia. A pesquisa mostra que 60% das pequenas empresas aderiram ao serviço, já entre as companhias de médio porte o percentual foi de 63%.

Na Arklok, pensamos e desenvolvemos soluções que contemplam esse mercado SMB e acreditamos no potencial de retorno desse tipo de contrato

Os custos para a contratação de profissionais de TI exclusivos para o suporte e gerenciamento de equipamentos são altos. Para essas as empresas que disputam por um espaço maior no mercado as contas podem não fechar considerando essas necessidades, por isso, a terceirização de equipamentos tem conquistada cada vez mais espaço entre o setor SMB, conforme explica Renan Torres, vice-presidente da Arklok. empresa que atua neste setor. “Antes, no imaginário popular, era comum observarmos essa falsa ideia de que o outsourcing de equipamentos de TI só é benéfico para grandes empresas. No entanto, com a difusão da pandemia por exemplo, esse modelo de serviço se tornou cada vez mais comum e as pequenas empresas começaram a entender o quão positiva a terceirização pode ser, sobretudo, considerando que não consumimos a linha de crédito da companhia e desafogamos o capital de giro da empresa, crucial para as pequenas e médias empresas’’, disse.

Entre as vantagens, destaca-se a expertise garantida pelo suporte outsourcing que em vez de ter um funcionário multitarefas, a empresa terá à disposição uma equipe altamente capacitada para oferecer as melhores soluções para demandas específicas, a flexibilidade em poder adaptar as suas soluções ao volume de negócios, sendo mais ágil nas demandas do mercado e gastando menos. Além do aumento da competitividade mercadológica, afinal, a gestão correta do sistema permite mais eficiência e segurança, garantindo a maximização dos resultados da empresa.

O capital de giro para pequenas empresas é o elemento que promove a liquidez necessária para o negócio manter sua dinâmica operacional. Quando ele é baixo, a organização sente uma enorme dificuldade em honrar compromissos com fornecedores e de manter o seu negócio ativo e crescendo. Arcar com todos os custos de uma organização e ainda garantir que exista dinheiro para ser injetado na expansão da empresa é um desafio para os que estão começando no mercado, por isso, é crucial que as empresas de serviços estejam dispostas a facilitar e otimizar a jornada desse pequeno e médio empreendedor.

“É crucial que as prestadoras de serviços entendam a importância de investir e incentivar o pequeno e médio empreendedor. Além de facilitar a viabilização de negócios que serão uteis para o mercado, contribuímos também para o desenvolvimento do país. Na Arklok, pensamos e desenvolvemos soluções que contemplam esse mercado SMB e acreditamos no potencial de retorno desse tipo de contrato’’, conclui Torres.

Serviço
www.arklok.com.br

Arklok

outsourcing

SMB

terceirização

TIC Empresas

O seu endereço de e-mail não será publicado.


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.