book_icon

Estudo aponta oportunidades tecnológicas no setor de logística

Batizado de Espelho Logístico, o relatório aponta que 77% das transportadoras investem em tecnologia e 62% acreditam que ela é a chave para resolver problemas do cotidiano

Estudo aponta oportunidades tecnológicas no setor de logística

Especialistas apontam a tecnologia como um dos principais fatores para a evolução da logística brasileira – que hoje ocupa apenas o 55º lugar no ranking do Banco Mundial para o segmento. Mais que isso: as próprias empresas da área reconhecem o papel estratégico que a tecnologia desempenha. É o que mostrou a pesquisa setorial lançada nesta segunda-feira (13/6) pela Next Log na abertura da TranspoSul, evento de logística que acontece em Porto Alegre (RS) até quinta-feira (16/6).

A Espelho Logístico é uma ferramenta abrangente para um mapeamento das principais dores do mercado de transporte e o seu necessário caminho para a digitalização

Batizado de Espelho Logístico, o estudo aponta que 77% das transportadoras investem em tecnologia e 62% acreditam que ela é a chave para resolver problemas enfrentados no seu dia a dia. Além disso, os mesmos 62% afirmam não possuir barreiras para investir em soluções tecnológicas. No entanto, 78% das empresas participantes apontam investimentos de até R$ 100 mil por ano, enquanto apenas 10% direcionam valores acima de R$ 500 mil.

Liderada por eSales e uMov.me, a Next Log levantou ainda as tecnologias mais utilizadas pelas transportadoras brasileiras, entre as quais destacam-se: o rastreio de frota (85%), soluções para financeiro, marketing e vendas (55%), bem como aplicativo para gestão de entregas (51%).

“Em um mercado competitivo como o da logística no Brasil, a colaboração torna-se chave para as empresas da área. Nesse sentido, a Espelho Logístico nos traz a identificação de oportunidades que possam beneficiar todo o ecossistema. Promover esse conhecimento é importante para um alinhamento mais profundo sobre como as transportadoras vão atuar nos próximos anos”, analisa Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me.

O levantamento mapeou ainda os principais entraves enfrentados pelas empresas no último ano. Nesse sentido, os mais apontados foram lucro e margem (44%), necessidade de melhoria na gestão da companhia (43%), problemas com fornecedores (39%) e com motoristas (39%). Já na relação com os clientes, a grande maioria das transportadoras encontra dificuldade em repassar custos do frete (72%). E algumas também sinalizaram falta de fidelidade dos clientes (28%).

Para a organização do projeto, os desafios de gestão financeira, de frota e de negócios apontados pelo estudo apresentam um espaço ainda maior para o uso da tecnologia na logística nacional. A partir daí, agrega-se valor para as empresas do segmento e contribui-se com resultados diretos tanto na operação de cada transportadora, quanto no ecossistema como um todo.

“A Espelho Logístico é uma ferramenta abrangente para um mapeamento das principais dores do mercado de transporte e o seu necessário caminho para a digitalização. Além disso, o olhar para negócios tendo em vista a comunidade e todo o potencial do seu ecossistema, traz uma visão singular de oportunidades para uma transformação mais efetiva do mercado da logística”, pondera Voltér Trein, CRO da eSales.

Serviço
mkt.umov.me

eSales

Espelho Logístico

Logística

Next Log

transporte

TranspoSul

Umov.me

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.