book_icon

Pesquisa da Citrix indica que funcionários querem manter o trabalho híbrido

Segundo o estudo, 71% trabalham ou planejam trabalhar no escritório entre um e quatro dias por semana; e 69% consideram deixar o emprego caso essa flexibilidade não seja oferecida

Pesquisa da Citrix indica que funcionários querem manter o trabalho híbrido

Escritórios em todo o mundo continuam abrindo para negócios e, embora muitas empresas esperem que os funcionários retornem em tempo integral, uma nova pesquisa sugere que isso provavelmente não acontecerá. De acordo com uma pesquisa global realizada pela OnePoll encomendada pela Citrix Systems, os funcionários estão divididos sobre como querem trabalhar daqui para frente. Mas uma coisa é certa: a maioria gosta da flexibilidade que lhes foi dada para trabalhar de qualquer lugar e está disposta a deixar o emprego para mantê-la. Dos 6,5 mil trabalhadores pesquisados ​​em dez países, 57% preferem o trabalho híbrido e 69% abandonarão suas posições atuais se não for uma opção.

Os funcionários viram o impacto positivo que o trabalho flexível pode ter em tudo, desde engajamento e produtividade até equilíbrio entre vida profissional e pessoal, saúde mental e meio ambiente”, disse Traci Palmer, vice-presidente de Recursos Humanos e Organizacionais da Citrix. “E eles esperam que os empregadores o adotem e invistam em ferramentas e processos que os capacitem a trabalhar quando, onde e como funcionam melhor”, completou.

O trabalho híbrido é a base sobre a qual o futuro do trabalho será construído, e as empresas que reconhecem isso e implementam processos e tecnologias para apoiá-lo podem cultivar a força de trabalho flexível, ágil e capacitada de que precisam para inovar e crescer

O modelo de trabalho flexível está em pleno vigor. Dos funcionários pesquisados ​​nos Estados Unidos, Reino Unido, França, Austrália, Alemanha, Holanda, Brasil, Colômbia, México e Japão:

– 71% trabalham ou planejam trabalhar no escritório entre um e quatro dias por semana;

– 56% estão ou planejam estar no escritório em tempo integral;

– 49% trabalham em espaços de trabalho compartilhados e comunitários entre um e quatro dias por semana;

– 49% são totalmente remotos e planejam ficar permanentemente.

“O trabalho hoje não é um lugar”, disse Palmer. “Trata-se de onde os funcionários realizam seu melhor trabalho, e isso pode ser em casa, no escritório, na estrada e em qualquer lugar”, enfatizou.

Cada funcionário é diferente, e as empresas precisam reconhecer e acomodar seus desejos e necessidades únicas se quiserem atrair e reter as pessoas necessárias para apoiar seus negócios. Por exemplo, muitos entrevistados da pesquisa Citrix-OnePoll desejam trabalhar em casa pelo menos parte do tempo pelos seguintes motivos:

– Melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal (42%);

– Economize tempo e custos associados ao deslocamento (35%);

– Menos distrações (20%);

– Mais produtivo (20%);

– Os colegas/gerente não estão no escritório (19%);

– Não tem um espaço dedicado no escritório (7%);

– Restaurantes e comodidades perto do escritório são limitados ou fechados (6%).

Outros entrevistados indicaram que gostariam de ir ao escritório pelo menos uma vez por semana pelos seguintes motivos:

– Sente-se mais produtivo e engajado (36%);

– Os colegas/gerente estão presentes (36%);

– Melhor acesso a informação (33%);

– Fornece uma separação entre trabalho e vida doméstica (29%);

– Acesso a melhor tecnologia (28%);

– Menos distrações (25%);

– Maior colaboração (24%);

– Melhores oportunidades para desenvolver/avançar na carreira (16%);

– A tecnologia necessária para facilitar o trabalho híbrido é muito complicada – ligar para funcionários remotos, compartilhar apresentações e arquivos etc. (14%)

– Nenhum espaço de trabalho dedicado em casa (13%).

Além de onde trabalham, os funcionários que participaram da pesquisa Citrix-OnePoll também desejam flexibilidade no horário de trabalho:

– 30% querem a liberdade de escolher com que frequência trabalham no escritório, em vez de a empresa exigir um determinado número de dias;

– 76% trabalhariam uma semana de quatro dias se pudessem manter seus salários.

“Dar aos funcionários a flexibilidade de adequar seu ambiente de trabalho e horários aos resultados que eles estão tentando entregar dá a eles espaço para ter sucesso”, disse Palmer.

E se a pesquisa Citrix-OnePoll for uma indicação, as empresas precisarão fazer isso se quiserem atrair e reter os talentos necessários para impulsionar seus negócios. Como os números revelam:

– 17% dos funcionários entrevistados consideram a flexibilidade mais importante do que o salário;

– 69% considerariam deixar o emprego se não for oferecida essa flexibilidade.

“O trabalho híbrido é a base sobre a qual o futuro do trabalho será construído, e as empresas que reconhecem isso e implementam processos e tecnologias para apoiá-lo podem cultivar a força de trabalho flexível, ágil e capacitada de que precisam para inovar e crescer”, finalizou Palmer.

Serviço
www.citrix.com

 

Citrix

escritório

OnePoll

recursos humanos

Tecnologia

trabalho híbrido

trabalho remoto

Traci Palmer

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.