book_icon

Huawei e Senai-ES inauguram laboratório para formar profissionais de TIC

O projeto faz parte das ações previstas na parceria nacional entre as duas instituições com o objetivo de solucionar o déficit de mão de obra qualificada no setor

Huawei e Senai-ES inauguram laboratório para formar profissionais de TIC

A Huawei e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Espírito Santo (Senai-ES) inauguraram, na sexta-feira (27/8), um laboratório de capacitação e certificação de profissionais para os setores de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC) e Telecomunicações (Telecom) em Cachoeiro de Itapemirim (ES). O projeto faz parte das ações previstas na parceria nacional entre as duas instituições, firmada em abril deste ano, que tem o objetivo de solucionar um dos principais desafios da área: o déficit de mão de obra qualificada.

Hoje existe um gap no mercado de profissionais capacitados para atuar na instalação de fibra óptica, e esta demanda tende a aumentar consideravelmente com a chegada das redes móveis 5G 

Presente no lançamento, o deputado federal Evair de Melo, que intermediou essa parceria, falou da importância da chegada do 5G no Espírito Santo. “Quando fui procurado pela Huawei para atuar na interlocução com o Senai ES, tive a certeza de que esta tecnologia irá auxiliar a economia e o mercado de trabalho capixaba, trazendo mais oportunidades e desenvolvimento. A inauguração do laboratório é fruto de um trabalho efetivo e estratégico, que irá revolucionar o dia-a-dia em todos os setores do nosso Estado. Teremos jovens esperançosos, capacitados para o mercado de trabalho, que irão contribuir para a inserção do 5G. E, a partir daí, todos nós seremos beneficiados com esta tecnologia que trará mais conectividade, comunicação e melhorias em todos os sistemas de informação”, comentou.

Os laboratórios de última geração que serão utilizados em cursos de instalação e manutenção de tecnologia FTTH (Fiber to the Home ou fibra óptica) visam atender à geração NEM-NEM – jovens adultos que nem trabalham e nem estudam – e também os profissionais de tecnologia, tendo em vista a expansão da internet por meio da fibra óptica a todas as regiões do Brasil, não só os grandes centros. Além da unidade no Espírito Santo, foram entregues laboratórios ao Distrito Federal, Bahia e Tocantins em parceria com o Senai.

Com foco em iniciação profissional, o laboratório vai oferecer o curso de Fundamentos Básicos de Redes Ópticas. O objetivo é proporcionar o desenvolvimento de capacidades básicas e socioemocionais necessárias para conectorização de equipamentos ópticos.

“É uma oferta de curso customizado e diferenciado que permite ao aluno aprender na prática, a partir de ferramentas que possam agregar ao seu aprendizado profissional, e ampliar suas possibilidades de ingresso em um mercado de trabalho em ascensão”, pontua Cláudio Marcassa, diretor regional do Senai ES.

No modelo presencial, o curso conta com aula prática e teórica e é voltado para iniciantes em Tecnologia da Informação. Com carga horária de 20h, as aulas serão de 13 a 18 de outubro, das 18h30 às 22h, e no sábado (16), de 9h às 12h e 13h às 17h. No domingo (17), não haverá aula. Para participar é preciso ter idade mínima de 16 anos e o Ensino Fundamental II completo.

O curso será realizado no laboratório, estruturado em parceria com a Huawei, localizado na unidade Senai de Cachoeiro de Itapemirim, que faz parte do ICT Academy, e conta com um corpo técnico de instrutores qualificados. Após a conclusão, o aluno poderá atuar em infraestrutura de redes e conectividade, podendo chegar a um ganho médio salarial de R$ 1.447,00.

Mercado de trabalho

A parceria nacional foi idealizada para atender à demanda de expansão da infraestrutura de telecomunicação para ampliar o acesso à internet de banda larga fixa. Em um momento em que o mundo depende 100% de conectividade, as TICs tornaram-se aliadas para quem enxerga nessa área uma oportunidade de crescimento e inserção no mercado. No futuro, os profissionais qualificados por meio da parceria também poderão atuar na construção das redes de fibra óptica que cobrirão a rede móvel 5G.

De acordo com uma pesquisa de mercado realizada pela Teleco, 62% das empresas provedoras de internet, as ISPs, enfrentam dificuldades para encontrar profissionais qualificados para instalação de fibra óptica. Ainda segundo o estudo, 81% das ISPs possuem equipes próprias, ou seja, necessitam investir na qualificação dos profissionais por não encontrarem no mercado.

“Hoje existe um gap no mercado de profissionais capacitados para atuar na instalação de fibra óptica, e esta demanda tende a aumentar consideravelmente com a chegada das redes móveis 5G. Ao oferecer cursos de qualidade, queremos contribuir para a recolocação profissional de jovens ociosos, que não conseguem se qualificar para o mercado de trabalho, combater o desemprego e ainda investir no desenvolvimento da infraestrutura do País”, afirmou Bruno Zitnick, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei. “No Brasil desde 1998, a Huawei quer seguir contribuindo com a transformação digital do país e acredita que o investimento em programas de educação é um dos caminhos. Nos últimos 5 anos, essas iniciativas já formaram mais de 36 mil alunos, e a expectativa é treinar mais 40 mil talentos nos próximos 5 anos”, completou.

Serviço
www.huawei.com

5G

Cachoeiro de Itapemirim

Espírito Santo

Huawei

laboratório

mão de obra

Senai-ES

Telecomunicação

TIC

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento