book_icon

Check Point Software lança plataforma unificada para proteção de carga de trabalho na Nuvem

Check Point Software lança plataforma unificada para proteção de carga de trabalho na Nuvem

A Check Point Software anuncia a expansão de funcionalidades de sua plataforma unificada de segurança nativa na Nuvem (Cloud Native Security Platform) para garantir a proteção de carga de trabalho com prioridade aos aplicativos com o Check Point CloudGuard Workload Protection. Esta solução de segurança totalmente automatizada de carga de trabalho na Nuvem habilita as equipes de segurança com ferramentas para automatizar a segurança entre aplicações, Interfaces de Programação de Aplicações (APIs) e microsserviços que vão desde o desenvolvimento até a execução por meio de uma única interface.

Ao unificar as funcionalidades essenciais de segurança na Nuvem, a plataforma Check Point CloudGuard atende a um requisito central revelado pelo estudo anual de pesquisa de segurança na Nuvem da ESG quanto a uma forte preferência por um conjunto consolidado de controles baseado em uma plataforma integrada  

Como a pandemia Covid-19 forçou as empresas a fazer a transição para o novo ambiente de “trabalho de qualquer lugar”, a Nuvem se tornou uma progressão natural para as organizações que buscam capacitar rapidamente seus trabalhadores remotos. Como mais organizações ainda estão migrando para a Nuvem em paralelo à mudança organizacional “shift-left”, as equipes de segurança têm sob sua responsabilidade o gerenciamento de múltiplas plataformas, nenhuma das quais fornece a visibilidade nem a capacidade necessárias para proteger o rápido crescimento da carga de trabalho nas nuvens. De fato, de acordo com uma pesquisa global recente de segurança na Nuvem da Check Point Software, 68% das empresas consideraram a má configuração dos ativos da nuvem como uma das mais significativas causas das ameaças à segurança deste ambiente.

“Ao unificar as funcionalidades essenciais de segurança na Nuvem, a plataforma Check Point CloudGuard atende a um requisito central revelado pelo estudo anual de pesquisa de segurança na Nuvem da ESG quanto a uma forte preferência por um conjunto consolidado de controles baseado em uma plataforma integrada. A abordagem totalmente automatizada da plataforma CloudGuard reflete outra descoberta fundamental de nossa pesquisa com a automatização de controles e processos através da integração com as ferramentas CI/CD (Continuous Integration/Continuous Delivery) empregadas pelo DevOps”, diz Doug Cahill, vice-presidente, analista de serviços e analista sênior da Enterprise Strategy Group (ESG).

Abordagem application-first automatizada para proteção da carga de trabalho
A plataforma CloudGuard adota uma abordagem “application-first” para proteção da carga de trabalho com aplicações web automatizadas nativa da Nuvem e proteção API. As principais funcionalidades e benefícios incluem:

Abordagem unificada e automatizada que reduz a complexidade e os riscos de proteger aplicativos em Nuvem e cargas de trabalho com cobertura ponta a ponta para todos os aplicativos e microsserviços em uma única plataforma nativa.
A proteção de microsserviços garante o Zero Trust e o nível mais alto de detecção de ameaças em todo o ambiente, criando perfis e reforçando automaticamente o comportamento de funções e receptores com prevenção de ameaças em tempo de execução.
A ferramenta “Shift-left” garante que as funções serverless e de contêiner sejam verificadas e avalia automaticamente os riscos de configuração, gerando os menores privilégios de acesso e controle nestas funções.
Ferramentas CI / CD para controle central: automatiza a segurança desde a compilação e na fase de registro.

“A plataforma CloudGuard contribui significativamente para melhorar e automatizar nossa postura geral de segurança na Nuvem”, explica Leonardo Amor y Darwin Ochoa, CISO Office da Telefonica Tech. “Esta solução nativa de Nuvem nos permite visualizar e controlar nossa postura de segurança, além de estar em conformidade com os requisitos regulamentares e práticas recomendadas de segurança automaticamente. Portanto, nossa equipe pode aplicar ativamente as melhores práticas de segurança protegendo-nos contra roubo de identidade e perda de dados na Nuvem.”

“Para proteger os aplicativos nativos da Nuvem, as organizações precisam implementar soluções nativas que possam acompanhar a velocidade do DevOps”, diz TJ Gonen, head da linha de produtos em nuvem da Check Point Software Technologies. “A estratégia da Check Point é ajudar as organizações a proteger suas cargas de trabalho mais críticas com uma plataforma unificada. A plataforma Check Point CloudGuard foi projetada para enfrentar os desafios que vêm com a computação em nuvem e automatizar todos os aspectos de segurança de aplicativos e cargas de trabalho.”

 

Check Point CloudGuard Workload Protection

Check Point Software

Cloud Native Security Platform

Doug Cahill

Nuvem

TJ Gonen

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TENDÊNCIAS

Tecnologias imersivas ganham impulso nos negócios

Leia nessa edição sobre carreira

INDÚSTRIA 4.0

Fábrica conectada

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SERVIÇOS

Trunfos dos menores

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

TENDÊNCIAS

A casa também foi para a Nuvem

Julho| 2021 | #48 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento