book_icon

PMEs são obrigadas a adotar inovações

O diretor-executivo da Major, implementadora de projetos estratégicos, avalia que ainda existem muitas dúvidas por parte das empresas sobre onde aplicar Inteligência Artificial

Canal de vendas da Tech Data e da Nórdica, a Major Business Solutions, MBS, mantém também parceria estratégica com a IBM, Tableau, Serviceaide, Qlik e Microsoft e atua no segmento de Governo (estados, municípios, Sistema S e conselhos regionais) e Industrial, Logística, Utilities e Financeiro. Para falar dos planos da implementadora de projetos estratégicos em Business Analytics, Enterprise Service Management com Inteligência Artificial e Watson IBM, sobre tecnologias e negócio,
Infor Channel ouviu Reinaldo Cavassana, diretor-executivo da MBS. Confira.

Como avalia o modelo de negócios como serviço?
Algumas tendências não devem ter mais volta. É o caso do modelo de venda de TI como serviço, e não mais como commodity. A chegada da Computação em Nuvem propiciou a oferta de soluções como serviço, permitindo que as empresas adquiram apenas o que precisam usar, não havendo mais a necessidade de gerar reservas para necessidades futuras. O aumento foi exponencial nos últimos anos e deve continuar a crescer na casa dos dois dígitos nos próximos anos, pois muitas corporações fizeram apenas alguns balões de ensaio antes de migrarem definitivamente seu core business para este modelo.

Qual sua percepção quanto ao uso e à aceitação de IA pelas empresas? Especificamente nas PMEs como veem a adoção de inovações?
A aceitação tem sido boa, porém ainda existem muitas dúvidas por parte das empresas sobre onde aplicar essa tecnologia de Inteligência Artificial. É neste momento que entramos em cena, apresentando uma solução utilizando AI voltada para resolver o problema do negócio. Acredito que estamos hoje em uma faixa de apenas 20% de todo potencial existente no mercado em relação à adoção de novas tecnologias e de soluções que irão alavancar os negócios. A limitação de PMEs reside no fato de que muitos empresários brasileiros ainda veem TI como gasto e não como investimento. Isso faz com que a adoção de novas tecnologias seja motivada porque outras empresas, em especial as concorrentes, tomaram esta decisão, ou pelo relacionamento que muitas delas têm com as grandes corporações, o que obriga as PMEs a se adaptarem rapidamente para poderem continuar a fornecer seus produtos e serviços.

E quanto ao uso de tecnologias como automação de processos; Realidade Aumentada e Virtual; Reconhecimento facial…?
Todas estas tecnologias estão ainda em uma fase inicial e apresentam um grande potencial. Em alguns poucos não veremos inovações aplicadas em todas as áreas de negócio, em nossos carros e nas casas. Tudo que está relacionado com AI está ainda embrionário perto do imenso potencial de aplicação futura.

Muito se fala em Transformação Digital. Como ela é realizada internamente? E junto aos clientes?
A Major já surgiu digital, com todos seus colaboradores diretamente envolvidos na implementação desta transformação em nossos clientes. Este viés está presente em nossas reuniões, treinamentos, acessos, enfim, já é uma realidade para nossos colaboradores. A transformação digital não é uma questão se irá ou não acontecer, é só uma questão de quando. A verdade é que se ela não acontecer, dificilmente o negócio em questão sobreviverá. Se olharmos com atenção para o cenário atual, o ciclo de adaptação deve ser cada vez mais rápido. Quando surgiu o e-mail os Correios tiverem um bom tempo para se adaptar. Já quando surgiu o Uber, os taxistas tiveram pouquíssimo tempo para enfrentar uma realidade totalmente diferente. O fato é que, cada vez mais, a TD irá modificar os negócios de forma muito rápida e quem não se adaptar em tempo hábil terá grande dificuldade em sobreviver. Atuamos com equipes de vendas e de pré-vendas próprias com objetivo de demonstrar soluções efetivas para os clientes, não penas ppts elaborados.

Como se prepara para atender ao mercado pós-pandemia?
Estamos atendendo hoje nossos clientes certos de que o mercado pós-pandemia abrirá novas oportunidades que ainda não existem, seja por falta de direcionamento, de previsibilidade quanto à volta da normalidade, ou mesmo por situações e condições de negócio e de mercado que ainda irão surgir. A modularização dos serviços está diretamente relacionada à solução proposta, pois como fazermos análises baseadas nas necessidades de nossos clientes, as soluções podem ser diferentes para cada necessidade de negócio que abordamos. Desta forma, o modelo ‘lego’ é o que melhor se aplica a nossas soluções, uma vez que elas podem seguir juntas em uma entrega, por exemplo de BI com AI, para fazer uma análise preditiva.

Há novidades na atuação e condução da empresa para este ano, 2021 ou à frente?
Estamos avaliando algumas opções de parcerias para este ano e para os próximos, mas como afirmei anteriormente, a mudança em nosso segmento é extremamente rápida e exatamente por isso estamos sempre antenados a tudo que está acontecendo, tentando antecipar as soluções para a TD de nossos clientes.

Serviço
http://majorbs.com.br/

entrevista

Major Business Solutions

Reinaldo Cavassana

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento