book_icon

Agrotools usa IA da Microsoft em iniciativa socioambiental na Amazônia

Agtech brasileira anunciou recentemente doação de R﹩ 1 milhão em soluções digitais para pequenas empresas que hoje estão no "ponto-cego" da cadeia produtiva do agronegócio na região
Agrotools usa IA da Microsoft em iniciativa socioambiental na Amazônia
Durante a 1ª Conferência Itaú Amazônia, evento online beneficente, ocorrido no início de dezembro, a Agrotools, assumindo seu papel em tecnologia ESG (Environmental, social and corporate governance) para o agronegócio, anunciou uma doação conjunta com parceiros estratégicos de mais de R﹩ 1 milhão em tecnologia e ciência de dados para munir de informações confiáveis frigoríficos, cerealistas, cooperativas e demais empresas de menor porte que compram produtos provenientes do agronegócio da Amazônia.
São empresas que hoje se encontram no “ponto-cego” da floresta, sem condições técnicas para seguir as regras socioambientais e serem vistas pelos grandes compradores como parceiras de negócios. O evento reuniu especialistas e personalidades para debater os desafios – e as soluções possíveis – para o desenvolvimento sustentável da produção agropecuária da região amazônica.
“Vamos doar uma solução ampla para os pequenos atores do agronegócio na Amazônia”, diz o fundador e CEO da Agrotools, Sérgio Rocha. “Queremos que tomem conhecimento sobre como seus compradores os enxergam, identificando problemas passíveis de serem resolvidos para que possam estar inseridos no mercado da Amazônia responsável e não sejam excluídos da cadeia do agronegócio responsável.”
Segundo Sérgio, o processo de distribuição das soluções será executado por meio da Identidade Geográfica (GeoID), uma metodologia da Agrotools apta a identificar os territórios de produção e conectá-los ao mundo dos negócios, entregando a ferramenta certa para aqueles que querem fazer a verificação socioambiental antes de comprarem produtos do campo na Amazônia. “Nossa intenção não é excluir quem está em não compliance, mas identificar, entender o problema e endereçar uma solução. Afinal, a ideia é reinserir todos aqueles que produzem com responsabilidade e transparência, mas ainda não são identificados pelos grandes compradores.” Atualmente, as soluções digitais Agrotools utilizam infraestrutura tecnológica da Microsoft.
Para Tânia Cosentino, presidente da Microsoft Brasil, a Inteligência Artificial é uma importante aliada em projetos como o liderado pela Agrotools, que visa oferecer soluções digitais para empresas do agronegócio na Amazônia. “Nós temos uma oportunidade única, os recursos e o conhecimento para dar escala às boas práticas e a IA irá auxiliar a Agrotools na reinserção daqueles que produzem com transparência e responsabilidade e, por meio do uso de dados, apoiar na identificação deles pelos compradores. Esse tipo de iniciativa mostra que é possível planejar estrategicamente o futuro sustentável do Brasil, garantido uma economia inclusiva, circular e de baixo carbono e em que não há controvérsias entre produzir e preservar”, comentou a executiva.
Além dos critérios de seleção que serão adotados pela Agrotools – com a participação do Itaú e de ferramentas de AI (Inteligência Artificial) da Microsoft – as empresas interessadas em obter tecnologia também poderão se cadastrar para a pré-seleção em um hotsite que será disponibilizado pela Agrotools e Itaú. “Queremos envolver outros parceiros nesta iniciativa de transferência de tecnologia, convidando-os a fazer parte desta grande empreitada do bem.”
Para o CEO, outro ponto importante é equalizar todo esse sistema como uma maneira de valorizar quem já trabalha dentro dos parâmetros da sustentabilidade.
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.