book_icon

Google Cloud divulga novas regiões de Nuvem

Os países contemplados são Chile, Alemanha e Arábia Saudita; cada região terá três zonas de proteção contra interrupções de serviços
Google Cloud divulga novas regiões de Nuvem

O Google Cloud anunciou nesta segunda-feira (21/12) a expansão de sua rede global com novas regiões de Nuvem no Chile, Alemanha e Arábia Saudita. Quando entrar em operação, cada região terá três zonas de proteção contra interrupções de serviço e incluirá um portfólio dos principais produtos do Google Cloud, enquanto oferece latência mais baixa para usuários próximos e uma rede global mais robusta de regiões para empresas multinacionais. Este ano, o Google lançou quatro novas regiões de Nuvem – Jacarta (Indonésia), Las Vegas (EUA), Salt lake City (EUA) e Seul (Coreia do Sul). Estão nos planos da companhia Doha (Catar), Madrid (Espanha), Milão (Itália) e Paris (França). Segundo a empresa, a rede global de regiões do Google Cloud Platform (GCP) possui atualmente 24 regiões e 73 zonas em 17 países.
Na América do Sul, as empresas chilenas, de todos os portes, estão acelerando a adoção da Nuvem e transformando seus negócios para trazer novos produtos e serviços aos clientes. Empresas como a Red Salud, uma das maiores redes de provedores privados de saúde no Chile, migraram sua infraestrutura para a Nuvem para aumentar a resiliência e flexibilidade de seus serviços, à medida que a demanda continua a evoluir e crescer.

Na Alemanha, esta segunda região de Nuvem complementará, conforme afirma a empresa, a região já existente em Frankfurt, expandindo a capacidade de atender à crescente demanda por serviços de Nuvem no País  

“O anúncio de uma nova região do Google Cloud no Chile é uma boa notícia para nós do setor de saúde, em que os provedores precisam de acesso rápido a informações completas para tomar decisões informadas sobre o atendimento ao paciente”, disse Daniel de la Maza, gerente de Sistemas e Tecnologia da Red Salud. “Com essa nova região de Nuvem, estaremos fisicamente mais próximos dos recursos que o Google Cloud tem a oferecer e poderemos acessar essa tecnologia de uma forma mais rápida e completa, o que nos ajudará a fortalecer nossa missão: levar atendimento de qualidade e acessível aos nossos pacientes”, completou.
Na Alemanha, esta segunda região de Nuvem complementará, conforme afirma a empresa, a região já existente em Frankfurt, expandindo a capacidade de atender à crescente demanda por serviços de Nuvem no País. Com essa região adicional, clientes como a Deutsche Börse, uma das principais organizações de intercâmbio do mundo, e o atacadista alemão Metro, podem continuar a expandir seus negócios na infraestrutura em Nuvem do Google.
“A adoção da Nuvem pública como parte de nosso foco estratégico em novas tecnologias nos ajuda a melhorar a agilidade, aumentar a eficiência e obter acesso a ferramentas analíticas e de IA de ponta”, afirma Michael Girg, diretor de Nuvem do Deutsche Börse Group.
Na Arábia Saudita, o Google Cloud havia anunciado em 2018 a assinatura de um memorando de entendimento (MoU) com a Aramco (Arabian-American Oil Company) para explorar conjuntamente o estabelecimento de serviços em Nuvem na região. Com base nesse MoU, o acordo foi concluído agora e o Google Cloud vai implementar e operar uma região de Nuvem na Arábia Saudita, enquanto um revendedor estratégico local, patrocinado pela Aramco, oferecerá serviços aos clientes, com foco particular em empresas no Reino.
Serviço
cloud.google.com
 

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento