book_icon

Inteligência Aumentada pode ser diferencial na cadeia de Suprimentos e Logística

A Inteligência Aumentada é um conjunto de tecnologias tais como Inteligência Artificial, IoT (Internet das Coisas), Blockchain aplicadas em várias indústrias para acelerar o crescimento e aumentar a eficiência e qualidade das operações. Hoje já é possível, com a tecnologia existente, acompanhar todos os processos de sua empresa, através de painéis dinâmicos, alertando e até prevendo situações para tomada de decisão críticas, tudo isso baseado em dados. E isso pode ser usado em vários processos da cadeia de suprimentos e da logística que são por sua natureza complexos e dinâmicos

As possibilidades de utilizações são várias, nos mais diversos setores: administrativo; eficiência no planejamento de rotas; otimização de custos, como por exemplo uso de combustível; redução de riscos operacionais como acompanhamento e defesa e multas; agilidade em processos internos como Notas Fiscais e outras documentações que a Cadeia de Suprimentos e a Logística exigem.

Os benefícios podem ser sentidos já na área administrativa, no atendimento ao cliente. Com a implementação de um sistema de atendimento digital (Chatbot), a empresa pode responder às dúvidas de seus clientes quanto ao rastreio de entrega, segunda via de boleto, cotação, status de coleta e atendimento ao cliente no geral. Assim, garante maior qualidade, agilidade e padronização dos atendimentos, além de maior produtividade e redução de recursos necessários para essa função.

Na questão dos veículos, na Logística, a Inteligência Aumentada ainda possibilita uma plataforma inteligente de cotações, que é capaz de calcular de forma rápida e eficiente todas as variáveis importantes para a elaboração de uma cotação como: categoria do veículo, consumo de combustível, pedágios, guias especiais, trânsito, condições climáticas, compartilhamento de frete, fretes de retorno, etc.

Estas plataformas permitem maior assertividade e velocidade nas respostas das cotações, aumentando a rentabilidade do negócio e podem ser interligadas ao ecossistemas de logística através de APIs ( Interface Programável entre sistemas diferentes de cada empresa)

Ainda falando dos veículos propriamente ditos, a AI pode ser fundamental na redução do risco relacionado a pontos da CNH dos motoristas de frota da empresa ou outras situações que podem impactar a segurança da operação. Ter um motorista com a CNH suspensa ou caçada dirigindo um dos veículos de sua empresa pode ser um problema. Para evitar situações desse tipo, a tecnologia possibilita o monitoramento dos motoristas, utilizando a plataforma de busca cognitiva com a periodicidade que é preciso para reduzir custos de multas, infrações, possíveis apreensões de veículos ou problemas relacionados ao seguro.

Além disso, é possível evitar cobranças indevidas, dentro do prazo estipulado. As empresas que possuem frotas de veículos rodando pelo Brasil todo sofrem com a quantidade de autuações que demoram para chegar pelo correio. O efeito dessa demora é que o prazo de recurso expira, impossibilitando a indicação do motorista nas infrações podendo ocasionar cobranças em duplicidade, custando centenas de milhares de reais, além do risco de perda da cobertura do seguro. Um robô identifica a existência de infrações diariamente para que o setor de operações logísticas possa agir rapidamente. Clientes com esta solução já evitaram mais de R$ 150 mil em cobranças indevidas.

Na área administrativa, muitas empresas recebem notas fiscais de serviços escaneadas em formato PDF para serem tratadas pelo seu time de contas a pagar. Para processar essas notas, um funcionário precisa fazer o download da nota fiscal que chega por e-mail, verificar o CNPJ dos fornecedores em um sistema de ordem de serviço, validar se o valor está de acordo com o que está no sistema e, finalmente, buscar o número interno do pedido de compra. Com estas informações, esse funcionário acessa o ERP para criar a ordem de pagamento, inserindo dados do sistema de compras, dados da nota fiscal e, muitas vezes, dados de planilhas de apoio.

Com robôs inteligentes, este processo pode ser totalmente automatizado, desde o recebimento e tratamento do e-mail, extração de informações do PDF, busca de informações complementares em outros sistemas e planilhas, validação de todas estas informações e geração das ordens de pagamentos nos ERPs (Planejamentos de Recursos Empresariais). Isso gera um aumento de velocidade no tratamento de Nota Fiscal maior que 50%, e ainda pode ser feito 24 horas por dia. O processamento automático é 80% mais rápido e elimina 100% os erros de digitação.

A emissão de CTe (Conhecimento de Transporte eletrônico), exigida a cada transporte, também pode ser otimizada pelo uso de automação inteligente de processos . O processo de emissão desse documento consiste em várias informações sobre a entrega, o remetente, o destinatário, etc. Este é um processo muito importante e não deve ser suscetível a erros, já que o CTe é um documento obrigatório para todas viagens e deve ser corretamente preenchido. Já é possível a automação desse processo de registro, garantindo que todas as entregas cheguem ao destino evitando multas ou apreensões de carga por falta de porte do documento, além da otimização de tempo e redução no prazo de entrega.

Os roubos de carga no Brasil representaram em 2019 uma perda na ordem de R$ 1,4 bilhões. Monitoramento de comportamentos suspeitos e de risco nos transportes de cargas antecipadamente também é possível com a Inteligência Aumentada. Hoje é possível receber alertas em situações de proximidade às áreas de risco, de alto índice de roubos, de acidentes e outros eventos que possam ser críticos e identificar situações fora do normal que possam ser avaliadas em mais detalhes por analista de segurança

A BI (Business Intelligence ou Inteligência de Negócios) é essencial para quem quer prosperar no negócio. As decisões das empresas devem ser tomadas com base em fatos e dados, porém, muitas vezes devido à falta de informações, dados desatualizados ou elementos conflitantes, a estruturação de indicadores pode perder sua relevância induzindo a tomada de decisões equivocadas. Com o uso da AI, os dados são coletados de forma automática e constante, garantindo que as equipes utilizem a mesma informação para a geração de seus relatórios e análises.

A Inteligência Aumentada é também podem otimizar a, processo essencial na área de Logística. A roteirização convencional leva em consideração alguns aspectos como: distâncias, paradas, etc. Já a roteirização preditiva avalia e prevê, com uso da inteligência artificial, riscos no percurso total, com base em informações como: clima, possíveis falhas, acidentes, áreas com alto índice de sinistros, congestionamentos, etc. Por meio desta solução é possível recomendar alterações na roteirização original visando maior eficiência, menor custo e redução de risco no transporte.

Outro fator importante a se considerar quando se fala em Logística é o combustível. O abastecimento de um veículo fora da base da empresa pode gerar custo adicional de até 30% por litro de combustível. A plataforma inteligente monitora a posição geográfica do caminhoneiro, sua rota, estabelecimentos credenciados, prevê a autonomia e a necessidade de abastecimento, recomendando ao motorista o local e a quantidade necessária de combustível. Esta solução pode ser integrada ao sistema de gestão e de pagamento utilizados pelo cliente.

Ou seja, há uma gama quase infinita para o uso da Inteligência Aumentada na Cadeia de Suprimentos e Logística. Basta conhecer as ofertas e ver as necessidades da empresa. A única certeza é que quem não se automatizar nos negócios vai perder tempo, clientes, qualidade e, consequentemente, dinheiro.

Por André Scher, sócio-fundador e CEO da auctus Inteligência Aumentada

André Scher

auctus Inteligência Aumentada

BI

Cadeia de Suprimentos e Logística

Chatbot

Inteligência Aumentada

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | GESTÃO

A doce ditadura da Governança de Dados

Leia nessa edição sobre carreira

CARREIRA

Profissões do futuro

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

SETORIAL

Área pública: desafios e lucros

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

LEGISLAÇÃO

LGPD Ano Um: uma construção inacabada

Setembro | 2021 | #50 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento