Informe aqui

Dia das Mães ‘omnichannel’: 46% dos pedidos feitos no e-commerce foram processados por lojas físicas, segundo a Linx

Só no segmento de moda feminina, número de produtos comprados online e retirados em pontos de venda tradicionais aumentou 68% da primeira para a segunda semana de maio

A Linx, especialista em tecnologia para o varejo, acaba de divulgar um retrato sobre o desempenho do varejo no Dia das Mães deste ano. Segundo a empresa, as vendas feitas na véspera da data comemorativa cresceram 17% em relação ao mesmo sábado de 2018.

A novidade deste ano é que as vendas omnichannel – aquelas que envolvem integração de canais – tiveram impacto significativo no resultado do período. Na quinzena do dia das mães (29 de abril a 12 de maio), 46% dos pedidos feitos no e-commerce foram processados por lojas físicas. Neste sentido, 16% de todas as encomendas foram retiradas em pontos de venda tradicionais. Eles foram ainda responsáveis por enviar 30% das compras ao consumidor final, em vez de esperar que um centro de distribuição fizesse este trabalho.

Só no segmento de moda feminina, houve um aumento de 68% no número de pedidos feitos online e retirados em lojas físicas na semana do dia 6 a 12 de maio, em comparação com o período de 29 de abril a 5 de maio. Segundo a Linx, essa modalidade foi uma aliada dos filhos.

Varejo físico
O estudo da Linx considerou também as vendas realizadas apenas em lojas físicas, sem ligação com o ambiente online. Analisando a performance de produtos de segmentos como moda, beleza, eletrônicos e joias na véspera do Dia das Mães, o comércio vendeu 61,5% a mais que um sábado comum de abril, por exemplo. O recorte levou em conta mais de 10 mil estabelecimentos atendidos pela empresa, ativos tanto em 2018 quanto em 2019.

Comparando com o ano anterior, produtos como roupas, cosméticos, joias e perfumes tiveram um aumento nas vendas de 5,05%, com ticket médio de R$177,32. Em paralelo, itens tecnológicos, como eletrônicos, telefonia e fotografia, subiram 15,12% nas vendas, e tiveram o ticket médio de R$630,83.

Quando o assunto é promoção, os consumidores do Nordeste foram os mais atraídos pela redução de preços, já que cerca de 11% das vendas realizadas na região foram com produtos com pelo menos 10% de desconto. Neste contexto, o Sul vem logo em seguida com 10% de vendas em produtos promocionais, enquanto o Sudeste teve um índice de 9,82%. Na sequência, o Norte aparece com 9,04% e, o Centro-Oeste, com 7,58% das vendas de itens com preços mais em conta.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório