book_icon

Grandes empresas desenvolvem ofertas de IoT para o agronegócio

As soluções serão criadas em conjunto, na fazenda da Embrapa em Jaguariúna, interior de São Paulo
Grandes empresas desenvolvem ofertas de IoT para o agronegócio

A Embratel, a Claro, a Embrapa Meio Ambiente e o Instituto Eldorado anunciam acordo para a concepção de novas soluções voltadas ao agronegócio brasileiro, setor expressivo para a economia do país. A parceria prevê a união das expertises da Embratel, da Claro e das instituições de pesquisa em redes de comunicação, Cloud Computing, setor agrário e pesquisa e desenvolvimento, para a criação de soluções de Internet das Coisas (IoT). As ofertas utilizarão novas tecnologias de sensoriamento e conectividade para auxiliar o produtor rural na tomada de decisões importantes para os negócios.

“O agronegócio brasileiro é um importante contribuinte para o PIB nacional e um setor estratégico para a Embratel”, explica Eduardo Polidoro, Diretor de Negócios de IoT da Embratel, lembrando que as soluções irão levar mais produtividade e redução de custos para o segmento, que ainda está em fase inicial de transformação digital.

A partir da parceria, será realizado o projeto Fazenda Conectada, no Condomínio Inovar, nas dependências da Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna (SP), que disponibilizará áreas de experimentação, como plantações, laboratórios e estufas para a realização de demonstrações, visitas e reuniões com potenciais clientes. Nesses espaços, serão testados e validados novos dispositivos, softwares e soluções de conectividade com diferentes aplicações fundamentais para o desenvolvimento do campo, com toda infraestrutura de rede celular da Embratel/Claro (2G, 3G e 4,5G) e as novas redes de IoT (NB-IoT e CAT-M). A Embratel fornecerá também ambiente de Cloud Computing para a concepção das inovações.

Será possível coletar informações precisas e em tempo real sobre os cultivos, ajudando no controle e no diagnóstico de medidas necessárias para a irrigação e pulverização inteligentes

O projeto Fazenda Conectada prevê a atuação em plantação de soja monitorada com sensores conectados, assim como em plantios de café, milho, cana-de-açúcar e sorgo. Por meio do uso de novas tecnologias de sensoriamento, conectividade e Analytics, será possível coletar informações precisas e em tempo real sobre os cultivos, ajudando no controle e no diagnóstico de medidas necessárias para a irrigação e pulverização inteligentes, por exemplo, contribuindo para o aumento da produtividade e eficiência, e na redução de custos.

“A Embratel, Claro, Embrapa e Instituto Eldorado irão estruturar e viabilizar modelos de conectividade, tecnologias e plataformas para atender as necessidades do agronegócio com o acordo. Vamos levar diversas inovações ao mercado”, afirma Marcelo Morandi, chefe geral da Embrapa Meio Ambiente.

“O Eldorado completa seus 20 anos inovando e a inovação só acontece através da experimentação. É muito importante a cooperação entre os envolvidos, em seus experimentos e projetos, validando soluções e, com isso, potencializando a inovação no agronegócio”, afirma Roberto Soboll, superintendente do Eldorado.

As novas soluções permitirão a comunicação em longas distâncias com baixo consumo de energia e alta confiabilidade. As aplicações são ilimitadas, e usadas desde o sensoriamento do solo, a previsão do tempo com estações meteorológicas instaladas localmente, o uso racional da água, em conexão de máquinas e implementos agrícolas, e rastreamento e localização dos mais diversos equipamentos.

“A parceria ampliará a criação de soluções inovadoras para os agrônomos, e isso trará grandes benefícios para o setor. Por meio das inovações, será possível analisar o menor uso de agrotóxico, tornar a produção mais sustentável e lucrativa”, afirma Polidoro, da Embratel.

O acordo reafirma o compromisso da Embratel com o agronegócio brasileiro de levar infraestrutura e soluções para regiões mais remotas, como campos de cultivo e florestas. A Embratel já atua com estações agro, sensores e rede NB-IoT em diversos projetos para o segmento, e anunciou na última semana novas soluções específicas para o agronegócio, focadas em agricultura digital, silos conectados e floresta conectada. As ofertas levam importantes insights para a tomada de decisão nos negócios dos agrônomos, possibilitando mais eficiência e menos gastos.

5G

Claro

Cloud Computing

Condomínio Inovar

edes de comunicação

Embrapa

Embratel

Fazenda Conectada

Instituto Eldorado

IoT

Marcelo Morandi

meio ambiente

rede

Redes

Roberto Soboll

setor agrário

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento