book_icon

Tecnologia permite a mais de 2 mil pessoas no RS acompanharem processos na Justiça

O 'Seuprocesso', da Tikal Tech, permite com poucos cliques, a identificação, organização e acompanhamento dos casos
Tecnologia permite a mais de 2 mil pessoas no RS acompanharem processos na Justiça

De acordo com o mais recente “Justiça em Números”, levantamento anual do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ) contabilizou mais de 5 milhões de processos em 2017. Estão pendentes para julgamento final quase 4 milhões. Na média nacional, o tempo de espera para uma solução é de 4 anos e 4 meses. Um período de ansiedade, marcado pela burocracia, mas que a tecnologia tem ajudado a aplacar.

As LawTechs, empresas de tecnologia jurídica, chegaram para renovar a relação de cidadãos e empresas com o sistema jurídico brasileiro através de ferramentas digitais que complementam o trabalho dos profissionais advogados. A Tikal Tech, empresa especializada nesse setor, é um exemplo com o Seuprocesso, sistema que permite, com poucos cliques, a identificação, organização e acompanhamento e já tem mais de 270 mil usuários em todo o Brasil. Sendo que no Rio Grande do Sul mais de 2 mil pessoas, pequenas empresas e escritórios já se beneficiam da tecnologia.
“Existe sempre uma ansiedade muito grande das partes por notícias. Pensamos em um sistema que ajudasse os advogados a manter seus clientes atualizados. E que estes clientes, por sua vez, tivessem maior controle das informações. Uma automação que traz uma economia importante de tempo e energia para os dois lados”, comenta Derek Oedenkoven, CEO da Tikal Tech.

A dinâmica do Seuprocesso é muito simples. O usuário sequer precisa ter o número do processo. O próprio sistema ajuda a encontrar o caso através de um chatbot que usa o Messenger do Facebook para direcionar a busca. Para isso, basta apenas digitar o nome de alguma das partes envolvida na ação. Identificado o processo, todos os documentos relacionados ficam organizados em um histórico. A cada atualização, o usuário é imediatamente avisado por e-mail.

E para a grande maioria que não entende o chamado “juridiquês”, o botão “pergunte ao advogado” abre um canal onde um profissional responde às dúvidas sobre as publicações. “Esse é um recurso importante não só por traduzir os termos técnicos, mas por possibilitar tomadas de decisão mais rápidas ou o adiantamento de informações, influenciando, obviamente, na celeridade do processo”, completa Derek.
Outro ponto de destaque é a possibilidade de o interessado solicitar uma cópia integral dos autos. “Cada processo tem um fluxo, mas o volume de documentos é sempre grande. Ter acesso e guardá-lo faz todo sentido e toda diferença, principalmente quando há muitas partes envolvidas”, finaliza o CEO.

Chatbot

Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

Derek Oedenkoven

Lawtechs

seuproesso

Tikal Tech

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ)

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | TECNOLOGIA

5G impõe seu ritmo

Leia nessa edição sobre carreira

MERCADO

Brincadeira de gente grande

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

GESTÃO

Backup: a última linha de defesa

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

NEGÓCIOS

Terceirização de equipamentos

Maio 2022 | #57 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento