Mercado

Dispositivos premium ganham espaço em mercado global de smartphones

Receita total foi de € 215,3 bilhões, o que representa um aumento de 3% em relação ao mesmo período de 2017

No primeiro semestre de 2018, um total de 693,5 milhões de smartphones foram vendidos globalmente. A receita total foi de € 215,3 bilhões, o que representa um aumento de 3% em relação ao mesmo período de 2017. Os consumidores mostram uma tendência clara para os dispositivos premium, resultando em um aumento no preço médio de venda de 4%. Estas são as descobertas da GfK para o mercado global de telecomunicações.

“Quase dois terços de todos os smartphones vendidos hoje já estão com vídeo full HD ou 4K ativado”, Igor Richter

Segundo Igor Richter, especialista da GfK para o setor de telecomunicações, os recursos do produto são importantes facilitadores para oferecer experiências ao usuário. “Quase dois terços de todos os smartphones vendidos hoje já estão com vídeo full HD ou 4K ativado. Isso está posicionando o smartphone ainda mais como dispositivo pessoal para jogos ou para entretenimento de alta definição em música e vídeo. Com os dispositivos 5G no horizonte, essas experiências se tornarão ainda mais ricas para aplicativos multi-player ou compartilhamento de conteúdo”.

Os varejistas de telecomunicações e as lojas de eletrônicos de consumo continuam sendo os canais mais influentes para o mercado de telecomunicações internacionalmente. Os canais on-line estão crescendo em popularidade devido à conveniência, redução de custos e melhores descrições de recursos de produtos. Embora as vendas através dos canais tradicionais dominem claramente, as vendas on-line representaram 15% de todas as vendas no primeiro semestre de 2018. Este é um ligeiro aumento de dois pontos percentuais em relação ao primeiro semestre de 2017.

Embora a presença no varejo tradicional seja importante, a criação de uma presença de varejo digital “global” consistente também está se tornando cada vez mais importante.

Tendência por preços premium

Embora a demanda por smartphones seja mais ou menos estável em termos unitários, a indústria de telefonia móvel continua forte e resiliente, incluindo a tendência para dispositivos premium. Embora haja uma tendência em prolongar os ciclos de vida, os consumidores estão dispostos a pagar mais, desde que vejam recursos aprimorados ou outros benefícios, e, como consequência, a demanda está mudando para dispositivos com preço premium. Por exemplo, na Alemanha, a demanda por smartphones posicionados no segmento de preço de mais de € 500 cresceu nos últimos três anos em 15%.

Com os recursos inteligentes em popularidade, há cada vez mais oportunidades para interfaces de usuário controladas por voz, baseadas em big data e inteligência artificial. A tecnologia emergente de assistente de voz personalizado permite que a capacidade de Inteligência Artificial (AI) da marca incorporada seja usada em dispositivos domésticos inteligentes sob uma aparência de marca. Além disso, a combinação de assistentes de voz com novos sensores para capturar gestos oferece outras possibilidades promissoras.

Os smartphones com melhor conectividade móvel, jogos com vários participantes e realidade virtual aumentada e mista aumentam ainda mais a maneira como os consumidores podem interagir uns com os outros e proporcionar novas experiências de alongamento à imaginação em movimento.

O peso dos países em desenvolvimento é globalmente importante. A Ásia em desenvolvimento, incluindo a Índia, além do mercado chinês, pesa cerca de 41% de todas as compras de smartphones no mundo no primeiro semestre de 2018, e a APAC continua sendo a maior região internacionalmente.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.