Tendências

Fundação Autodesk colabora para reduzir a disseminação do Zika Vírus no Brasil

Apoio se dá por meio de doações financeiras e de software, como o Autodesk Inventor, essencial para o projeto mecânico e de simulação de seus drones da ONG WeRobotics

A Fundação Autodesk, criada para apoiar a elaboração de soluções inovadoras para os desafios sociais e ambientais em todo o mundo, se uniu à ONG (organização não governamental) WeRobotics sediada na Suíça com o propósito de usar a robótica para ajudar missões humanitárias e sociais.

Os próximos projetos da WeRobotics, apoiados pela Fundação Autodesk, devem ocorrer na América Central nos próximos meses

Recentemente, para colaborar com a Agência das Nações Unidas (AIEA), a WeRobotics se uniu à Moscamed, parceira brasileira, e testou uma nova ferramenta para conter a propagação do vírus Zika na cidade de Juazeiro, na Bahia.

A ação consistiu em distribuir, por meio de drones, 280 mil mosquitos machos esterilizados por radiação para que, espalhados na natureza, não pudessem produzir descendentes e, com isso, reduzir a população de insetos aptos a transmitir e disseminar doenças.

O uso de drones desenvolvidos e adaptados para esta ação fez com que a ação fosse mais eficiente e produtiva, já que, antes, esse processo era manual.

Com o uso de dados no projeto piloto em Juazeiro, a equipe continuará testando e expandindo esta técnica para áreas rurais e urbanas nos próximos seis meses. “A WeRobotics está usando tecnologias de robótica e design para criar impacto positivo”, afirmou Joe Speicher, diretor-executivo da Autodesk Foundation. “O projeto em Juazeiro permite que nossa visão da Autodesk imagine, projete e crie um mundo melhor”.

A Fundação Autodesk apoia a WeRobotics por meio de doações financeiras e de software, como o Autodesk Inventor, essencial para o projeto mecânico e de simulação de seus drones.

“A tecnologia da Autodesk nos permite acelerar nosso processo do projeto e interação, e nos ajuda a levar tecnologia de controle de vetores para o serviço de comunidades carentes no Brasil e no mundo”, diz Adam Klaptocz, cofundador da WeRobotics.

Os próximos projetos da WeRobotics, apoiados pela Fundação Autodesk, devem ocorrer na América Central nos próximos meses.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.