Informe aqui

Forcepoint participa da Conferência Gartner Security & Risk Management 2018

Na Conferência Gartner Gartner Security & Risk Management 2018, que acontece em 14 e 15 de agosto, no Sheraton São Paulo WTC Hotel, a Forcepoint, líder global em cibersegurança, apresentará sua nova abordagem em Risk-Adaptive Protection e seu portfólio de soluções que promove mais eficácia na segurança dos dados e compliance em atendimento às novas regulamentações da GDPR.

“Não importa onde uma empresa esteja localizada, mesmo baseada no Brasil. Se ela coletar ou processar registros residentes na União Europeia, ela precisará estar em conformidade com a GDPR”, explica Paulo Macedo, country manager Brasil da Forcepoint, que acrescenta, “Embora muitos estejam preocupados com as implicações dessa nova era regulatória, na realidade isso gera confiança e boas práticas que beneficiam tanto os indivíduos quanto os negócios. Essas leis apresentam coletivamente uma oportunidade de negócios positiva se abordada da maneira correta e com soluções eficientes que a sustente”.

A conformidade pode impulsionar eficiências operacionais, economia de custos e processos de inovação. Com as fortes estratégias de proteção de dados em vigor, os clientes depositarão mais confiança nos negócios e as empresas minimizarão a quebra de reputação e as eventuais violações financeiras, hoje muito comuns. Como a capacidade de coletar, armazenar e analisar dados para fins comerciais continua a crescer exponencialmente, a GDPR procura fortalecer e unificar a privacidade e a proteção de dados pessoais – colocando as pessoas no controle de seus dados e garantindo que as empresas tratem essas informações de maneira justa, transparente e mais segura.

As leis de proteção de dados específicas da GDPR são apenas o começo. “Não é surpresa que essa mudança sísmica na forma como abordamos a segurança de dados tenha causado um efeito cascata em todo o mundo, com muitos países seguindo o exemplo e modernizando suas próprias leis de privacidade e proteção de dados. A medida real de sucesso para os reguladores serão as mudanças comportamentais e culturais que essas leis devem impulsionar profundamente dentro de nossos locais de trabalho”, analisa Macedo.

Os funcionários costumam ser o maior ativo de uma organização, mas também o recurso mais subestimado. O risco humano dentro de uma organização hoje é real e imediato, com grandes violações que atingem as principais manchetes cada vez mais resultantes de credenciais roubadas. Proteger os dados efetivamente exige uma mudança de mentalidade em toda a organização, ou seja, passar de uma abordagem de segurança centrada na ameaça para uma centrada no usuário. A segurança centrada no ser humano, como a arquitetura Human Point System da Forcepoint, se concentra em analisar o comportamento e a intenção do usuário, não apenas focar nas ameaças. É a cibersegurança que pode ser adaptada à identidade e intenção exclusiva de um usuário individual, fornecendo contexto para as atividades e sinalizando um comportamento anormal, através de soluções de proteção adaptáveis ao risco, como o Dynamic Data Protection, que integram um amplo espectro de recursos, como DLP, UEBA, CASB e NGFW, e compreende diferentes canais de interação com usuários, dados e redes.

Forcepoint Labs
No evento, os participantes contarão com um espaço dedicado da Forcepoint para apresentações práticas.

Na apresentação “Risk Adaptive Protection – um novo conceito em proteção de dados” será possível conhecer o Forcepoint Dynamic Data Protection, a primeira solução de Risk-Adaptive Protection do setor, com recurso de análise automatizada que se adapta dinamicamente e libera os analistas de segurança para se concentrarem em atividades de alto valor ao eliminar o backlog de alertas comuns das ferramentas de segurança tradicionais.

Casos de uso reais de controle de Cloud Apps e Próxima geração de conectividade e segurança em redes – SD-WAN também estarão sendo apresentados no espaço pelos especialistas da Forcepoint.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.