Informe aqui

Startup de Maringá representa o país do maior evento de inovação

A FarmGO apresentará sua plataforma de Agricultura Digital usando tecnologias exponenciais como Drones, Redes de Satélites, Inteligência Artificial e IoT

Em breve, o empresário maringaense Ricardo Matiello, estará lado a lado com os maiores gurus de tecnologia do mundo que representam empresas como Microsoft, Amazon, Mercedes-Benz, HSBC, entre muitas outras. Tudo porque seu principal projeto, a startup FarmGO, representará o país em um dos maiores eventos de tecnologia e inovação da Ásia, o Rise Conference, que acontece em Hong Kong, entre os dias 9 e 12 de julho, e que reunirá mais de 15 mil participantes.

Na ocasião, Matiello apresentará a evolução que o Brasil conseguiu alcançar em Agricultura 4.0, tendo como objetivo atrair investimentos para o mercado brasileiro de tecnologia em Agricultura Digital.

“A China está buscando alternativas para suprir sua forte demanda por alimentos, que irá se potencializar ainda mais nas próximas décadas. Para isso, a participação em um evento como a RISE Conference é uma oportunidade importantíssima, pois poderemos compartilhar com o mundo como a tecnologia brasileira em Agricultura Digital está se preparando para apoiá-los nesse crescimento”, afirma Ricardo Matiello, CEO da FarmGO.

A FarmGO apresentará sua plataforma de Agricultura Digital que torna as operações no campo mais eficientes, usando tecnologias exponenciais como Drones, Redes de Satélites, Inteligência Artificial, IoT, cujo maior benefício será o aumento de produtividade e uma maior rentabilidade no campo. O Brasil é reconhecido mundialmente por sua relevância no Agronegócio, ao mesmo tempo que a China vem investindo fortemente neste setor. Mediante este cenário, o evento é uma excelente oportunidade para estabelecer novas conexões e novas possibilidades de negócios entre os dois Países.

De acordo com Matiello, que também atua como vice-presidente da Software by Maringá, entidade que reúne mais de 100 empresas de TI, startups e profissionais autônomos, o fomento ao setor de TI na região, possibilita que cada vez mais empresas locais estejam prontas para o mercado internacional. “Mostraremos ao mercado mundial como o Brasil está se preparando para assumir sua posição de liderança global no agronegócio, tanto em produtividade como em tecnologia”, completa.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.