book_icon

Bitdefender desenvolve nova política de canais no Brasil

Empresa anuncia meta de atingir 17 mil clientes corporativos e 1 milhão de dispositivos protegidos com suas soluções até o final de 2018
Bitdefender desenvolve nova política de canais no Brasil

A Bitdefender, especializada em segurança cibernética e representada no Brasil pela Securisoft, acaba de anunciar a sua nova política de canais para o mercado brasileiro. O anúncio aconteceu na 3ª Convenção Nacional de Parceiros, que reuniu a equipe da Securisoft e representantes de cerca de 50 revendas de vários estados.

A nova política contempla margens de lucro de até 30% para canais que mais investirem em suporte e certificação técnica

O diretor mundial de operações da Bitdefender, Florin Baras, veio especialmente ao Brasil para a abertura do evento e mostrou uma visão panorâmica sobre a indústria global de segurança cibernética. Ele destacou a Bitdefender tem cerca de 500 milhões de dispositivos protegidos com suas soluções e conectados à sua nuvem segura de abrangência mundial.

De acordo com Eduardo D’Antona, CEO da Securisoft e country Partner da Bitdefender, há no Brasil cerca de 2,5 mil revendas de TI especializadas em segurança cibernética e com a oferta de antivírus em seus respectivos portfólios. A Bitdefender, por sua vez, registra cerca de 700 revendas ativas que vão atingir, este ano, cerca de 1 milhão de instalações de itens de sua suíte de segurança.

Durante a convenção, D’Antona apresentou às revendas a nova coordenadora de canais, Shayenne Skamorauskas e anunciou a meta nacional de se atingir cinco mil novos clientes CNPJ para a Bitdefender no Brasil neste ano, após ter ultrapassado a marca de 12 mil CNPJs já listados como clientes.

Na nova política de parcerias, a coordenadora de canais destacou a intenção da Bitdefender de estimular a escalada das revendas para níveis de parceria mais altos, oferecendo margens de lucro de até 30% para canais que mais investirem em suporte e certificação técnica. Além disso, a Bitdefender dispõe de treinamentos online e presenciais voltados para alavancar a qualidade das revendas.

Outra novidade apresentada na convenção é um programa de apoio da Bitdefender para os parceiros na análise de mercado e preparação de planos de negócios. Além disto, a empresa passará a adotar uma política mais rígida de registro de oportunidades para evitar a interferência tardia de revendas em processos de negociação já iniciados por outras.

Com diferentes níveis de obrigações e benefícios, as revendas da Bitdefender estão divididas em três níveis de aliança, sendo a mais básica a categoria Bitdefender Select (para aquelas que realizam vendas médias abaixo de 100 licenças), Bitdefender Plus (entre 100 e 500 licenças) e Bitdefender Premier (acima de 500 licenças).

Divisão de Vendas para o Governo

Além dos estímulos em prêmios, comissões e vantagens nas negociações, a Bitdefender anunciou a criação de uma divisão de vendas governamentais que contará com uma estrutura interna de apoio e consultoria para revendas que desejam ingressar neste nicho. “Iremos apoiar, não só facilitando a participação em editais para revendas com pouca experiência na área, mas até ajudando-as na prospecção e nas questões institucionais que envolvem os contratos com o governo”, explica Eduardo D’Antona.

Impostos de 1%

Fundada em 1999 sob a rubrica “Softwin”, a Bitdefender se lançou com a marca atual em 2001 e logo se destacou como uma das primeiras da Romênia com relevância em negócios globais, logo após a deposição do governo comunista que comandava o país desde 1965.

Na convenção da Bitdefender, Florin Baras destacou que o sucesso da companhia se deve em grande parte a certas vantagens competitivas e culturais da Romênia, onde a carga de impostos para empresas de TI não ultrapassa a taxa de 1% e onde há mais de 100 mil programadores para uma população de apenas 21 milhões de pessoas.

“Na própria Bitdefender, cultivamos uma política de manter os máximos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, que recentemente nos levou a conquistar sete patentes registradas apenas na área de machine learning”, afirmou o executivo. Atualmente, a Bitdefender tem 1,5 mil funcionários, dos quais a metade está alocada para os laboratórios de inteligência artificial e segurança cibernética.

Bitdefender

Brasil

Programa de canais

Securisoft

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento