book_icon

Conexões LTE no mundo chegam a 2,5 bilhões

Levantamento da 5G Americas revela que, no terceiro trimestre, LTE representa 73% do Mercado da América do Norte e 26% do Mercado da América Latina e do Caribe

O número global de conexões LTE atingiu o marco de 2,5 bilhões de assinaturas no final do terceiro trimestre de 2017. Segundo relatório da 5G Americas, em apenas um ano, a LTE contabilizou 838 milhões de novas conexões e atingiu 32% de participação do mercado global, um aumento de praticamente 10 pontos percentuais em um ano.

A LTE deve continuar essa trajetória no mundo inteiro, atingindo o marco de 3 bilhões de conexões em 2018 e 4,9 bilhões em 2022

A região da América do Norte ainda é o líder global com a LTE registrando participação de 73% do mercado, à frente de qualquer outra região do mundo. A América Latina manteve sua trajetória de crescimento, com a LTE contabilizando 26% do mercado.

“O setor global sem fio já está se preparando para a tecnologia 5G, mas enquanto isso, as operadoras estão implementando capacidades LTE ainda mais avançadas e o número de assinaturas LTE continua crescendo rapidamente”, disse Chris Pearson, Presidente da 5G Americas.

Muitas redes estão passando por atualizações, migrando da LTE para a LTE-Advanced.  No meio de Novembro, a TeleGeography registrou 562 redes comerciais LTE no mundo inteiro, das quais 211 já fora migradas para a LTE-Advanced.

América Latina e Caribe

O número de conexões na América Latina praticamente dobrou em um ano, crescendo de 99 milhões para 179 milhões até o terceiro trimestre de 2017 – um aumento de 80%.  A participação de mercado da LTE cresceu de 14% para 26% em doze meses.

“A LTE registrou o maior crescimento de qualquer tecnologia móvel disponibilizada na América Latina”, disse Jose Otero, Diretor da 5G Americas para a América Latina e o Caribe. “Todos os países da região, com a exceção de Cuba, contam com pelo menos uma operadora LTE”, afirma.

No total, foram 691 milhões de assinaturas banda larga móvel. As conexões LTE foram 179 milhões, sendo 80 milhões de novas assinaturas LTE em 12 meses desde o 3T 2016. Até o final de 2017, a previsão é de atingir 200 milhões de conexões. Até 2021, LTE deve atingir 458 milhões de conexões até o final de 2021 (incluindo M2M) e uma participação de mercado de 59%.

“Medidas tomadas pelos governos da América Latina, como a distribuição de mais espectro, aprovação de transações no mercado secundário de espectro e reutilização de espectro pelas operadoras, contribuíram para o crescimento da LTE. Com mais de 25% de todos os assinantes da região estão usando a LTE, acreditamos que a próxima evolução da rede deve ser o lançamento de Agregação de Portadores por várias operadoras, para aumentar a velocidade das redes LTE”, pontua Otero.

Em meados de novembro, a região da América Latina e do Caribe contava com 108 redes comerciais LTE, das quais 20 estão usando a tecnologia LTE-Advanced com Agregação de Portadores (TeleGeography).

5G

5G Americas

LTE

Tecnologia

Telecom

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.