book_icon

Seis características disruptivas da virtualização e emulação de legados

Segundo a Stromasys, as soluções ajudam a diminuir custos e são benéficas ao meio ambiente
Seis características disruptivas da virtualização e emulação de legados

A emulação e a virtualização de hardware legado são apresentadas como tecnologias disruptivas, capazes de oferecer inúmeros benefícios às empresas. A Stromasys, empresa de soluções de emulação de servidores legados de multiplataformas corporativas, listou seis itens que mostram a importância dessas tecnologias para as companhias e, também, para o meio ambiente.

  1. Modernização dos sistemas legados sem interromper o trabalho e sem ter que passar por um processo de reestruturação, em qualquer tipo de organização;
  2. Diminuição de custos por meio da redução de até 85% do espaço físico e até 90% dos gastos de consumo de energia e dissipação de calor;
  3. Aumento da produtividade, uma vez que estes sistemas modernos têm melhor performance;
  4. Incorporação de esquemas de alta disponibilidade e capacidade de responder rapidamente às necessidades dos clientes;
  5. Os sistemas herdados – que, no passado, eram isolados – tornam-se parte do ecossistema e da transformação digital da empresa;
  6. Ao fazer parte do ecossistema, os processos manuais antigos podem ser automatizados.

Em relação ao meio ambiente, Robert Ruiz, diretor geral da Stromasys para América Latina e Caribe, lembra que os sistemas legados, projetados entre os anos de 1977 e 2006, não possuíam as características de fabricação verde, uma vez que esta não era uma preocupação naquele momento. “Esses sistemas antigos são pouco eficientes em termos de consumo de energia e dissipação de calor, ocupam muito espaço físico e são dedicados a processos específicos. Atualmente, há uma maior conscientização sobre a importância de cuidar do meio ambiente e isso é claramente visto no setor de tecnologia”, explica.

Ruiz afirma que é possível, portanto, virtualizar sistemas legados para obter sistemas modernos que ocupam uma fração do espaço físico ou até substituí-los por máquina virtual no ambiente de TI das empresas, com maior eficiência no consumo de energia e dissipação de calor, custo menor e operação mais eficiente. O executivo cita como exemplo o caso da WorkflowOne, empresa que, em pouco tempo, obteve todos esses benefícios.

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento