book_icon

E quando a inteligência artificial chegar ao ERP?

Nos últimos anos, quando falamos de inovação e tendência, inteligência artificial desponta como um dos principais temas. Hoje a tecnologia já está mais avançada, temos exemplos notórios no mercado – como Watson, da IBM, e Leonardo, da SAP, ligando inteligência artificial, machine learning e internet das coisas. Mas o que será do ERP quando a inteligência artificial estiver associada a este tipo de tecnologia?

O avanço tecnológico nos permitiu ter acesso a diversas soluções que nos ajudam no dia a dia. Waze é um exemplo típico de como o uso de inteligência coletiva otimizou a vida da sociedade quando o assunto é mobilidade. Com o ERP não será diferente: a tendência é que se integre com inteligência artificial e torne este tipo de tecnologia mais intuitiva, trazendo análise de dados e integrando machine learning para aprender a partir do comportamento dos usuários dos sistemas de gestão, se adaptando e desenvolvendo novas habilidades. E ainda podendo conectar milhares de sensores em linhas de produção ou em serviços de campo, integrando com ERP e a inteligência artificial coordenar o agrupamento das informações. Com certeza este passo trará mais valor às informações.

Antigamente, um grande volume de dados era armazenado nos ERPs, sem que as empresas extraíssem algum tipo de conhecimento que pudesse trazer valor ao negócio – ou vantagem competitiva. Na era digital este panorama mudou – e muito. As empresas que não souberem trabalhar estes dados a seu favor, perderão espaço. E a inteligência artificial chega com este objetivo – de trazer insights e visões estratégicas para as empresas, fazendo com que consigam estar um passo à frente no mercado.

Na era cognitiva, associar algum tipo de inteligência aos sistemas legados será um desafio – e também uma exigência para todas as empresas, não importando seu tamanho ou segmento de atuação. Percebemos isso ao ver que muitas corporações têm anunciado seus assistentes virtuais, capazes de conversar com o usuário final com linguajar bastante semelhante ao do homem, além de aprender com o comportamento do consumidor. É a tecnologia permeando os sistemas de gestão – e o atendimento direto ao usuário. É o futuro na nossa frente, tomando forma e se tornando realidade.

Inteligência artificial e machine learning – você já colocou estas duas tendências nos seus objetivos? Se a resposta for não, talvez seja hora de repensar os seus planos para os próximos cinco anos…

* Decio Krakauer é presidente da Ramo Sistemas

ERP

IA

Ramo Sistemas

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento