book_icon

Cloud computing: de opção a tecnologia mandatória

Nos últimos anos, os serviços de computação em nuvem ganharam tração em empresas dos mais diferentes setores de mercado. E esse processo de consolidação da tecnologia deve ser ainda mais intenso nos próximos anos, impulsionando a transformação digital das empresas. É o que aponta a predição da Forrester: em 2018, mais de 50% das empresas globais dependerão de, pelo menos, um serviço de cloud pública para alavancar esse movimento.

São diversos os motivos que explicam o sucesso da nuvem, como acesso self service – ferramenta de autoatendimento que permite adicionar ou retirar funcionalidades de maneira automática e sem interação humana – e aumento de produtividade, por exemplo. Vale destacar, no entanto, dois de seus principais papéis no processo de digitalização das organizações. O primeiro deles é a agilidade, permitindo que mudanças e importantes exercícios do processo de transformação sejam executados rapidamente e de maneira menos complexa. O segundo está relacionado a uma revisão no modelo de custos, já que o uso da nuvem no ambiente interno pode fornecer uma previsibilidade financeira interessante para a organização.

Considerada uma tecnologia essencial para o core business das empresas, a Forrester ainda aponta que:

  1. A nuvem está se consolidando e esse é o momento de começar a planejar para reduzir o risco de bloqueio, que ocorre quando o custo para a troca de serviços ou mesmo fornecedor é muito alto;
  2. Os gastos com nuvem privada e híbrida serão recuperados após uma desaceleração temporária desse investimento, em função de uma série de novas soluções em nuvem locais;
  3. Programas de treinamento imersivos baseados em laboratório ganharão espaço como meio para promover mudanças rápidas, reais e duradouras no desenvolvimento de software.

Mas apesar de sua estabilização como tecnologia indispensável para as empresas, continuaremos respondendo dúvidas quanto à aplicação da nuvem. Com o avanço do uso de dados como estratégia de negócio – que inclui a utilização massiva de informações para promover o crescimento e a ampla discussão sobre privacidade – é provável que ela seja utilizada no modelo híbrido. Ou seja, parte das informações estarão armazenadas em uma solução privada e parte em solução pública, em um equilíbrio entre as demandas e a gestão de dados valiosos da organização.

*Marcelo Sales é Diretor de Produtos e Soluções da Hitachi Vantara LATAM

Cloud Computing

Hitachi Vantara Latam

Últimas Notícias
Você também pode gostar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital
Edição do mês

Leia nesta edição:

Leia nessa edição sobre tecnologia

CAPA | PRÊMIO A ESCOLHA DO LEITOR

As indicações do usuário

Leia nessa edição sobre carreira

CÓDIGO ABERTO

Kubernetes rumo à Nuvem

Leia nessa edição sobre setorial | saúde

LEGISLAÇÃO

Importações desafiam as empresas

Esta é para você leitor da Revista Digital:

Leia nessa edição sobre sustentabilidade

COMUNICAÇÕES

5G: Será que agora vai?

Outubro | 2021 | #51 - Acesse:

Infor Channel Digital

Baixe o nosso aplicativo

Google Play
Apple Store

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento