book_icon

Tokio Marine utiliza drones no processo de Gerenciamento de Risco

Investimento faz parte das inovações da área de Produtos Pessoa Jurídica da companhia
Tokio Marine utiliza drones no processo de Gerenciamento de Risco
drone voando

A Tokio Marine implementou o uso de drones como parte do Gerenciamento de Risco, em complemento ao trabalho do vistoriador. Inicialmente, os drones serão utilizados na vistoria de seguros de Property. O investimento nesta tecnologia faz parte das inovações da área de Produtos Pessoa Jurídica da companhia, que é uma das poucas seguradoras do mercado a manter um time exclusivamente dedicado à gestão de riscos.

Primeira vistoria por drone da Tokio Marine foi realizada em um trecho da obra do Rodoanel, em Guarulhos (SP)

“Inovar é uma prática que está intrínseca à estratégia da Companhia e vamos continuar em busca de soluções que atendem às novas demandas decorrentes da evolução da tecnologia”, afirma o Diretor Executivo de Produtos Pessoa Jurídica da Tokio Marine, Felipe Smith.

A primeira vistoria por drone da Tokio Marine foi realizada em um trecho da obra do Rodoanel, em Guarulhos (SP), no final de julho. “A visão 360° proporcionada pelo equipamento aponta riscos no entorno das unidades seguradas que, muitas vezes, podem não ser tão facilmente percebidos pelo vistoriador”, explica Smith.

“Além disso, é possível acessar, rapidamente e com segurança, locais de difícil acesso, trazendo dados mais precisos que, manualmente, não seriam obtidos com facilidade. Com o olhar mais amplo sobre o cenário, conseguimos proporcionar aos nossos clientes uma avaliação e orientações mais precisas para mitigar os riscos”.

drones

gerenciamento de risco

segurança

Tokio Marine

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.