book_icon

Cisco reforça integração de competência em mensagem para canal

Companhia realizou um evento para 400 parceiros em São Paulo para passar as diretrizes do próximo ano fiscal, que começa em agosto
Cisco reforça integração de competência em mensagem para canal

Migrar da venda tradicional, com ganhos por projetos, para a oferta de serviços com receita recorrenteé o principal desafio para muitas empresas e a Cisco, em evento realizado em São Paulo, reuniu 400 parceiros para reforçar que, na jornada para a transformação digital, pretende incentivar a integração de competências de seus parceiros para a oferta de uma solução completa ao cliente. Atualmente, 50% da base de parceiros já realizou alguma venda de receita recorrente.

Uma das frentes da estratégia é usar das diferentes competências que compõem a sua base de parceiros

O evento, realizado exclusivamente para canais brasileiros, marca o encerramento do ano fiscal de 2016 e traz as diretrizes definidas pela empresa para o próximo período. Sob o mote ‘Full Speedy’, a fabricante traçou como meta ser líder na digitalização das empresas em conjunto com sua base de canais, o que dá aos parceiros oportunidades para juntarem forças em leads gerados pela fabricante.

“Queremos liderar e acelerar a transformação digital. É mais que facilidades inovadoras como Uber ou Waze. Buscamos entender cada vez mais particularidades de cada indústria, verticais e transformar a maneira como eles trabalham. Trata-se de focar na experiência do cliente e otimização de processos. E, nesse sentido, nossos parceiros se complementam para a oferta”, enfatiza o diretor de canais da Cisco, Marcelo Ehalt.

Segundo o executivo, uma das frentes da estratégia é usar das diferentes competências que compõem a sua base de parceiros. Os chamados não tradicionais, os ISVs (Independet Software Vendor) são cerca de 100 e trabalham no complemento de projetos, agregando algum valor à venda. Já os tradicionais, cerca de 3 mil, vendem as soluções Cisco. A empresa mantém parceria também com consultorias focadas em verticais para complementar a oferta.

Em 2016, segurança, serviços profissionais, cloud e TI híbrida e venda para as unidades de negócios foram as áreas de foco e atenção da Cisco e de seus parceiros. No evento, Ehalt reforçou o fortaleceu o foco em segurança, cloud e colaboração, destacando o modelo de receita recorrente e experiência diferenciada que os parceiros focados em verticais oferecem. Além disso, reforçou o lançamento de uma linha para SMB.

No período, Ehalt destaca que centenas de novos canais de fora da região Sudeste complementaram o ecossistema. Segundo o executivo, os destaques e crescimento de receita foram as regiões Sul, Norte e Nordeste.

Brasil

Canal de distribuição

Cisco

Serviços

Transformação Digital

Últimas Notícias
Você também pode gostar
As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.
Revista Digital

Agenda & Eventos

Cadastre seu Evento