Mercado

Faturamento da Totvs cai 3,5% em 2016

Companhia projeta crescer 30% sua receita de subscrição em 2017

A Totvs, fabricante de soluções de negócio no Brasil e na América Latina, anuncia que fechou o ano passado com uma receita líquida total de R$ 2,2 bilhões, redução de 3,5% sobre 2015. Depois de quatro trimestres consecutivos de queda, a companhia fecha 2016 com valor total de R$ 550 milhões, uma retração de 3,7%. A companhia fechou 2016 com receita líquida total de R$ 2,2 bilhões, redução de 3,5% sobre 2015. As operações internacionais mantiveram sua representatividade em 4,0% da receita líquida em 2016. A expectativa é aumentar em 30% a receita líquida de subscrição de software no exercício de 2017, totalizando R$ 298 milhões ou mais.

“Continuaremos nossa jornada para tornar a Totvs uma ‘Single Subscription Company’”, promovendo a transformação digital em nossos clientes por meio de soluções de negócio especializadas, plataformas digitais, infraestrutura em nuvem, mobilidade e Internet das Coisas”, Laércio Cosentino

Segundo a empresa, o destaque do período foi a transição do modelo de licenciamento para o de subscrição de software da companhia. Essa mudança resultou no aumento de 21,4% da receita de subscrição, comparada a 2015, somando R$ 229,2 milhões. No quatro trimestre de 2016, o crescimento foi de 28,8% em relação ao mesmo período de 2015, em um total de R$ 64,1 milhões.

A evolução da subscrição contribuiu para a estabilidade da receita de software no ano, com a conquista de mais de 4 mil novos clientes nesse modelo. A receita de software somou R$ 1,25 bilhão em 2016, 8,9% acima do registrado no ano anterior.

O EBITDA Ajustado de 2016 totalizou R$ 359 milhões, ante R$ 457 milhões em 2015, e a margem EBITDA Ajustada foi de 16,4%, ante 20,2% em 2015. “Essa compressão de margem do ano se deu pela redução das receitas não recorrentes, impactadas pela recessão, combinada com a inflação de custos e também pelos investimentos em integração de portfólio e atendimento a clientes”, comenta Gilsomar Maia, CFO da Totvs.

Para o final de 2017, a empresa prevê EBITDA Ajustado entre R$ 359 milhões e R$ 395 milhões, com crescimento entre 0% e 10%, respectivamente, sobre o ano anterior. A projeção se pautou em premissas de diluição de custos e despesas, em função do crescimento de receita líquida da companhia.

“Continuaremos nossa jornada para tornar a Totvs uma ‘Single Subscription Company’”, promovendo a transformação digital em nossos clientes por meio de soluções de negócio especializadas, plataformas digitais, infraestrutura em nuvem, mobilidade e Internet das Coisas. A evolução da subscrição observada nos últimos 18 meses, combinada com os investimentos realizados pela companhia e as oportunidades do mercado brasileiro, nos trazem a confiança de que estamos no caminho certo para a retomada do crescimento e da lucratividade da Totvs em 2017”, destaca Laércio Cosentino, CEO da Totvs.

Tags

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.