Gestão

Transformação digital é prioridade em agenda de 67% dos varejistas no Brasil

Estudo da Cisco mapeou estratégia de investimento de varejistas do mundo todo e apontou que Brasil está adiantado na adoção da tecnologia

Shutterstock

A transformação digital é um caminho que não tem volta. A estratégia de investimento é parte da agenda de prioridades de 67% dos varejistas brasileiros, revela um levantamento realizado pela Cisco. Segundo o estudo, os brasileiros estão mais propensos a investir em tecnologias que possam auxiliá-los nas tomadas de decisão embora ainda não estejam prontos para implementar tecnologias mais inovadoras.

A pesquisa “The Current State of Digital Readiness in Retail”, realizada pela Cisco com executivos do varejo em todo o mundo, incluindo 30 do mercado brasileiro, revela diferenças significativas em estratégia regional nos investimentos atuais em tecnologias e prioridades digitais. O mercado brasileiro, por exemplo, está mais adiantado às mudanças do que o norte-americano.

Tecnologias que favoreçam a experiência do cliente representam uma tendência maior no Brasil

Segundo o estudo, investimentos em tecnologias que favoreçam a experiência do cliente representam uma tendência maior no Brasil em relação aos EUA (46% contra 40% das prioridades de investimentos). Já em inovação, a fatia maior está na América do Norte (34% contra 19% das prioridades de investimentos).

Outro ponto é que 65% dos investimentos feitos pelo segmento são em tecnologias relacionadas à experiência do consumidor e inovação, enquanto que 6% dos investimentos são dedicados a tecnologias de produtividade dos funcionários.

As prioridades de investimentos para varejistas de todo o mundo incluem tecnologias como data centers, segurança, cloud computing, colaboração e XaaS (tudo como serviço).

João Paulo Albuquerque Melo, gerente geral da divisão de indústria de consumo da Cisco para América Latina, destaca que os resultados mostram que os varejistas estão preparados para a disrupção digital e criando uma base, para que tenham suas estruturas prontas para movimentos de investimentos posteriores para as fases de Diferenciação e Definição.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.