Tecnologia

WatsomApp, aplicativo com IA da IBM, ajuda a melhorar vida na sala de aula

Doze escolas no Peru e seis na Espanha estão utilizando o WatsomApp, um app criado com a inteligência artificial IBM Watson para ajudar professores a aprimorar a convivência em sala de aula

Uma equipe de psicólogos, pedagogos e cientistas da computação da companhia espanhola KIOAI, parceira de negócios da IBM, desenvolveu o aplicativo “anti-bullying”, que está sendo usado com alunos entre 6 e 16 anos.

Seja físico ou psicológico, o bullying é um problema que atinge jovens de todo o mundo e a tecnologia pode ajudar a reduzir. Estima-se que na América Latina 70% das crianças sejam direta ou indiretamente afetadas pelo bullying na escola.

O WatsomApp consiste em vários elementos: por um lado, um jogo online que mistura testes de habilidade com perguntas que ajudam as crianças a internalizar valores como tolerância e amizade

A KIOAI prevê a incorporação de um número maior de escolas durante o ano letivo atual. “Com a autorização dos pais, as escolas usam o WatsomApp no início e no final do trimestre, o que lhes permite observar e comparar como a vida na sala de aula evolui e, assim, poder agir com planos específicos, se achar necessário”, diz Gustavo Beltrán, fundador da KIOAI.

“O WatsomApp tem sido um aliado para manter uma boa dinâmica de grupo dentro da classe. Nosso objetivo é sempre ensinar valores de trabalho, como respeito e amizade, e essa ferramenta é um grande apoio para continuar promovendo essa convivência positiva entre os alunos”, disse Ruth Sánchez, professora da Escola Nova Hispalis.

O WatsomApp consiste em vários elementos: por um lado, um jogo online que mistura testes de habilidade com perguntas que ajudam as crianças a internalizar valores como tolerância e amizade. Por exemplo: “Com quem em sua classe você formaria um time para jogar cartas?” Nesta parte do aplicativo, a tecnologia NLC (Watson Natural Language Classifier) é usada para a classificação de palavras e textos. Por outro lado, o WatsomApp também possui um chatbot que conversa com crianças e foi criado com a tecnologia do Watson Assistant. E, finalmente, existem os robôs Snow e Q.bo One que, graças ao IBM Watson Visual Recognition, ao IBM Watson Speech to Text e à tecnologia IBM Watson Text to Speech, podem reconhecer imagens e conversar com os alunos, criando um ambiente no qual que eles se sintam mais confortáveis e abertos a ser honestos. Uma pergunta de Snow ou Q.bo One poderia ser: “Em um mundo ideal, você acha que as pessoas se ajudariam ou ficariam bravas uma com a outra?”

“O robô é empático, não faz julgamentos de valor e facilita um ambiente de confiança no qual as crianças são mais abertas”, disse Gustavo Beltrán.

Usando inteligência artificial IBM, o WatsomApp leva em consideração o idioma e o tom com que os alunos falam para identificar suas emoções. Posteriormente, gera um relatório confidencial no qual problemas potenciais são identificados. Ele não coleta informações confidenciais e todos os dados são armazenados em um sistema protegido com criptografia do começo ao fim. Os professores analisam o relatório com o restante dos especialistas das escolas e implementam um plano específico, se necessário.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos