Destaque Mercado

Vendas mundiais de PCs cresceram 13,1% ano passado

A última vez que o setor viu um aumento dessa magnitude foi em 2010, quando o crescimento foi de 13,7%

A IDC divulgou nesta segunda-feira (11/1) os resultados das vendas de PCs do quarto trimestre e o total do ano. Com a pandemia ainda em pleno andamento, os PCs tradicionais (incluindo desktops, notebooks e estações de trabalho) foram mais uma vez uma tecnologia de consumo muito procurada. O quarto trimestre de 2020 (4T20) viu as vendas globais crescerem 26,1% ano a ano, para 91,6 milhões de unidades. No ano, foram vendidas 302,6 milhões de unidades, um crescimento de 13,1%. As principais razões desse crescimento foram o trabalho remoto, ensino a distância e atualização de máquinas por parte dos usuários domésticos. O estudo não contabiliza as vendas de Chromebooks.

“Cada segmento da cadeia de suprimentos foi levado ao seu limite, já que a produção mais uma vez ficou atrás da demanda durante o trimestre”, disse Jitesh Ubrani, gerente de pesquisa da IDC. “Não apenas os fabricantes de PC e Original Design Manufacturing, ODMs, lidaram com a escassez de componentes e capacidade de produção, mas a logística permaneceu um problema, pois os fornecedores foram forçados a recorrer ao frete aéreo, aumentando os custos para redução dos tempos de entrega”, comentou.

A demanda está impulsionando o mercado de PCs e todos os sinais indicam que esse aumento ainda tem um longo caminho a percorrer

Para colocar as coisas em perspectiva, a última vez que o mercado de PCs teve um crescimento anual dessa magnitude foi em 2010, quando o mercado cresceu 13,7%. Muita coisa mudou nesses dez anos, incluindo seis anos de declínio no mercado de PCs, bem como um ano de crescimento estável. A questão agora é quanto tempo esse ressurgimento vai durar.

De acordo com a IDC, a Lenovo foi a fabricante que mais vendeu no quarto trimestre de 2020, com 23,1 milhões de PCs, seguida da HP (19,1 milhões), Dell Technologies (15,7 milhões), Apple (7,3 milhões) e Acer (6,5 milhões). No acumulado do ano, a Lenovo também encabeçou a lista dos fabricantes que mais venderam em 2020, com um total de 72,6 milhões de unidades, uma participação de 24,2% do mercado e um crescimento de 12% quando comparado a 2019. Em seguida vem a HP (67,6 milhões), Dell Technologies (50,2 milhões), Apple (23,1 milhões) e Acer (20,9 milhões).

“A demanda está impulsionando o mercado de PCs e todos os sinais indicam que esse aumento ainda tem um longo caminho a percorrer”, disse Ryan Reith, vice-presidente de programa da Worldwide Mobile Device Trackers da IDC.

Serviço
www.idc.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos