Destaque Mercado

Vendas de impressoras cresceram no último trimestre de 2020

Segundo a IDC, as vendas aumentaram 5,6%, por conta da maior procura por modelos mais baratos de uso doméstico

O mercado mundial de periféricos de impressão (HCP) viu as vendas gerais crescerem 5,6% ano a ano para aproximadamente 27 milhões de unidades no quarto trimestre de 2020 (4T20). O valor das remessas durante o trimestre caiu 5,1%, para US$ 11,1 bilhões, de acordo com o relatório Worldwide Quaterly Hardcopy Peripherals Tracker, da IDC. O forte crescimento das vendas na segunda metade do ano foi responsável pelo crescimento geral do segmento de 0,4% para todo o ano de 2020. O valor de mercado caiu 12,3% no ano todo, devido às baixas vendas de equipamentos de escritório de última geração.

A HP superou todas as outras empresas entre as cinco primeiras em termos de crescimento nas vendas. O fornecedor entregou um aumento ano a ano de 13,7% com remessas mundiais de quase 11,2 milhões de unidades no último trimestre

O crescimento anual das remessas foi observado em seis dos nove mercados regionais da IDC, com a China liderando com 18,4%. Semelhante ao trimestre anterior, o tema comum no 4T20 foi o aumento da demanda de impressoras jatos de tinta de baixo custo e dispositivos a lasers monocromáticos, que estavam prontamente disponíveis no final do ano a preços mais competitivos.

Ambos os mercados de jato de tinta e laser registraram ganhos ano a ano, com vendas aumentando 7,9% e 3,7%, respectivamente. No mercado de laser, as vendas de modelos laser monocromático A4 de baixo custo aumentaram ano após ano devido às necessidades de trabalho em casa e de educação doméstica.

A HP superou todas as outras empresas entre as cinco primeiras em termos de crescimento nas vendas. O fornecedor entregou um aumento ano a ano de 13,7% com remessas mundiais de quase 11,2 milhões de unidades no último trimestre. Ela foi seguida do Grupo Canon, que comercializou 5,5 milhões de unidades no mesmo período, um crescimento de 2,4% em comparação ao quarto trimestre de 2019.

De acordo com o relatório, os demais fabricantes tiveram recuo nas vendas em comparação ao mesmo período do ano passado. A Epson, que ocupou a terceira posição no ranking, apresentou ligeira queda de 0,3%, denotando uma estabilidade, comercializando quase 4,8 milhões de unidades no 4T20. A Brother vendeu 2,2 milhões de impressoras (-2,4%) e o Grupo Kyocera, quase 469 mil unidades (-2,1%).

Serviço
www.idc.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos