Tecnologia

Tecnologia da Sensedia ajuda empresas a viabilizar estratégias open banking e cumprir regulações

Solução contribui para extrair o máximo valor das estratégias baseadas em APIs

Regulações como a GDPR da União Européia estão sendo desenvolvidas por diversos países a fim de garantir uma série de direitos aos usuários sobre seus dados e impondo deveres às empresas em relação à privacidade e consentimento dos indivíduos. Além disso, no Brasil o Banco Central planeja aplicar uma regulação para open banking até o segundo semestre do ano que vem.

A expectativa é que o movimento regulatório mude radicalmente a maneira como os negócios são realizados no setor financeiro, aumentando a concorrência e a busca por inovação. Além de trazer oportunidades de negócios que não se restringem a bancos e fintechs. É o caso, por exemplo, de grandes varejistas que estão se transformando em instituições financeiras, como Riachuelo, Pernambucanas, ViaVarejo e o Carrefour com a compra da fintech Ewally.

O conceito de Open Banking parte do princípio de que o consumidor é o dono dos seus próprios dados e não mais o banco  

E para ajudar com esses desafios técnicos e de negócios, o mercado de TI já apresenta inovações tecnológicas, que irão dar o suporte necessário às companhias neste momento de mudanças. A Sensedia está lançando uma plataforma específica para as necessidades do setor. Trata-se do Sensedia Open Banking, módulo que conta com uma série de funcionalidades para ajudar as empresas a habilitar sua estratégia open banking, permitir o cumprimento das regulações e contribuir para tirar o máximo de valor das estratégias baseadas em APIs.

A Sensedia Open Banking Platform conta com:

– recursos para segurança e consentimento;
– template prontos de APIs para o open banking;
– portal para o onboard ágil de desenvolvedores;
– conectores específicos para outros sistemas financeiros;
– configuração de regras de monetização;
– análises de comportamentos técnicos e de negócios em real time;
– controles avançados do fluxo de informações.

Com o objetivo de ajudar a acelerar ainda mais o time-to-value das iniciativas de open banking, o time de consultoria da Sensedia desenvolveu, também, um Playbook para apoiar o desenho das estratégias de APIs, da arquitetura tecnológica, das políticas de segurança, do modelo de governança e da Developer Experience.

Afinal, o que muda para o usuário final com o open banking?
O conceito de Open Banking parte do princípio de que o consumidor é o dono dos seus próprios dados e não mais o banco. Com a abertura de informações para outros canais, os usuários poderão procurar produtos e serviços que tragam mais vantagens e conveniência, organizar a vida financeira em somente um aplicativo (sem ter que baixar diversos apps para organizar cada gasto) e trazer seu histórico financeiro para outros bancos que poderão fazer ofertas personalizadas, de acordo com cada perfil. Esses são alguns cenários de uso do Open Banking.

Nesta jornada, o potencial de inovação e novas soluções é surpreendente. O Chip é um exemplo de aplicativo que se conecta via Open Banking com alguns bancos na Europa. Sua função é analisar o perfil de gastos do usuário através das suas movimentações financeiras nas suas contas bancárias e de cartões de crédito. Aplicando um algoritmo de inteligência artificial, o aplicativo realiza investimentos automaticamente sem impactar os gastos diários do usuário. Em resumo, o Chip “esconde” o dinheiro automaticamente facilitando o processo de economia financeira pessoal.

A expectativa é que, a obrigatoriedade de os bancos abrirem as informações de seus clientes para outras instituições financeiras aumente a concorrência pelos serviços, diminua os preços para os consumidores e crie novos produtos, serviços e formas de pagamento.

Serviço
www.sensedia.com

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos