Gestão

Startup de automação de RH expande atuação para Portugal e Espanha

Os países iniciam a expansão da startup por serem mercados bem estruturados e berços de ecossistemas de inovação e de tecnologia

A Alstra, primeira startup brasileira a usar inteligência artificial para conectar especialistas independentes a oportunidades de trabalho em projetos, expande suas operações para Portugal e Espanha. Fundada há pouco mais de um ano e tendo como base a transformação digital para atender as exigências do mercado do futuro, a plataforma já conta com mais de 6,5 mil especialistas cadastrados no Brasil e grandes clientes como Itaú, Femsa, Coca Cola, Travelex, KPMG, PWC e Recovery.

A proposta da Alstra é suprir a necessidade crescente do mercado por talentos e habilidades cada vez mais específicos de forma ágil, assertiva e sem burocracias. Para isso, são usados algoritmos proprietários de matching, que combinam o perfil, a experiência e o conhecimento técnico do profissional com as particularidades do projeto.

Profissionais em todo o mundo anseiam por trabalhar quando e onde quiserem. Essa é nossa missão: unir talentos com as melhores oportunidades. Sem burocracia, lentidão ou demora

De acordo com Cai Igel, sócio fundador da companhia, o futuro do trabalho já começou. Por isso, o foco da Alstra é atrair os profissionais da economia GIG, ou seja, especialistas que já trabalham de forma independente e talentos que buscam um modelo profissional diferente. “Percebemos que muitos profissionais já se cansaram do modelo de trabalho formal, sem propósito, aquela rotina monótona de bater ponto que todos conhecemos. A nossa demanda cresce na medida em que as pessoas percebem que podem ser protagonistas de suas carreiras e encontrar o equilíbrio ideal entre vida pessoal e profissional. Do outro lado, estão empresas que buscam flexibilizar seu acesso à capital intelectual e otimizar a realização de projetos estratégicos”.

A Alstra está levando esse mesmo conceito para Portugal e Espanha, países estrategicamente escolhidos para iniciar a expansão da startup por serem mercados bem estruturados e berços de ecossistemas de inovação e de tecnologia. Segundo Igel, “milhares de profissionais em todo o mundo anseiam por trabalhar quando e onde quiserem. Essa é nossa missão: unir talentos com as melhores oportunidades. Sem burocracia, lentidão ou demora”.

Um dos objetivos da Alstra na Península Ibérica é encontrar parcerias de sucesso. “Pretendemos acessar o super ecossistema de inovação desses países para conectar a companhia com diversas soluções que possam agregar e aprimorar nossa expertise tecnológica e de mercado”, comenta o executivo.

A Alstra é uma startup que utiliza inteligência artificial, unida à experiência humana, para conectar talentos e empresas. A empresa visa suprir a necessidade crescente do mercado em ter talentos de forma ágil, assertiva, sem burocracias e sob demanda para executar projetos. Para chegar a esse resultado, criou uma plataforma digital na qual são usados algoritmos proprietários de matching, que combinam o perfil, a experiência e o conhecimento técnico do profissional com a necessidade do projeto. No Brasil, já são mais de 6,5 mil talentos registrados e a companhia acaba de se expandir para Portugal e Espanha.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos